Recapeamento começa nos próximos dias

Trabalho começa pela zona norte, contemplando 391.090 metros quadrados, o que corresponde a cerca de 300 quarteirões

Enfim chegou o momento, o recapeamento das ruas da cidade vai começar nos próximos dias. A Prefeitura de Votuporanga já emitiu ordem de serviço para o trabalho. A empresa que venceu o processo licitatório foi a Prime Infraestrutura S/A, de São Paulo, com proposta de R$ 3.469.445,01 para a execução desta primeira etapa.

O serviço que será executado possui cinco anos de garantia, conforme prevê o artigo 618 do Código Civil.

O recapeamento foi dividido em duas etapas, de acordo com o financiamento, e seguirá durante todo o ano que vem, beneficiando diversas ruas do município. Nesta primeira etapa a melhoria será feita em 391.090 metros quadrados, o que corresponde a cerca de 300 quarteirões. O trabalho será iniciado pela zona norte, seguindo pela zona oeste até completar toda a cidade. Ao todo, 800 quarteirões serão contemplados, em todas as regiões da cidade.

Nos bairros em que o serviço não acontecer neste momento inicia, a Prefeitura continua a executar periodicamente o tapa-buraco como trabalho de manutenção.

Na sessão da Câmara Municipal realizada na noite de segunda-feira (10), depois de ouvir inúmeras críticas dos colegas, o vereador Silvio Carvalho (PSDB) no final da reunião, apresentou as informações recebidas do prefeito Junior Marão, dizendo que o serviço começa em breve pela Vila Ana, passando por Jabuticabeiras, Pozzobon, Parque das Nações (para ele é um dos locais que mais precisa do serviço neste momento), Vila Marin, Cecap, Mastrocola, Vila América, Palmeiras I e II, São João, Alvorada, entre outros.

Em dezembro do ano passado, a Câmara Municipal aprovou projeto de R$ 8 milhões, para o financiamento do serviço de recapeamento. Devido ao procedimento licitatório, o início do trabalho só pode ser autorizado agora.

A situação das ruas da cidade, com diversos buracos, foi alvo de muitas críticas da população e dos vereadores. Na rua Rio Colorado, por exemplo, no bairro Pró-Povo, recentemente, os moradores plantaram uma bananeira em protesto, com a intenção de chamar a atenção das lideranças. Além disso, o presidente da Câmara Municipal, Eliezer Casali, chegou a comparar as vias à um queijo suíço. Leidiane Sabino/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password