Rapazes contratam UBER e são presos com 10 kg de maconha

Policiais militares da CAEP (Companhia de Ações Especiais) prenderam dois jovens, que tem entre 18 e 19 anos com dez quilos de maconha.

A droga estava repartida em tabletes dentro de uma mochila. O tráfico foi durante a madrugada deste sábado (15). Relatos do sargento Clodoaldo Souza são de que a dupla pretendia transportar a droga do bairro Nato Vetorazzo até o Boa Vista.

Eles contrataram um serviço de transporte por aplicativo.

Os policiais estavam fazendo ronda como de costume pelas ruas do bairro quando perceberam o comportamento estranho dos jovens.

Contrariados eles foram trazidos até suas respectivas casas onde tinha outros 2 kg do alucinógeno agora recolhido e deverá ser periciado pelo IC (Instituto de Criminalística), uma balança de precisão digital usada para pesar a maconha foi apreendida, além de R$ 500 em cédulas.

O motorista que prestou o serviço foi qualificado como testemunha dos fatos pelo delegado plantonista Marcelo Parra.

Ainda pela manhã os dois presos estavam à espera de uma viatura para leva-los até a carceragem, todos vão responder um processo com base na lei de drogas de 2006 na Justiça Estadual.

Se condenados poderão ficar na cadeia por até cinco anos.

CANIL

No fim da tarde da última sexta (14) na avenida que separa os bairros da zona Norte de Rio Preto, Arroyo e Santo Antônio, soldados da mesma Companhia Militar que atuam com apoio do canil tiraram das ruas 530 gramas de maconha.

Conforme o histórico da ocorrência registrada no plantão policial, os agentes faziam patrulhamento quando o adolescente de 17 anos escondeu-se ao perceber aproximação da viatura, ele subiu em uma árvore

Entre os galhos ficava pendurada a sacola com os 44 pedaços de maconha.

O infrator alegou que as porções maiores seriam vendidas no mercado irregular de drogas a preços e tamanhos que variam de R$ 50 até 5.

Contada outra versão sobre o flagrante para os PM’s, garoto não informou de quem teria comprado a droga.

Formalizado registro do fato o rapaz poderá ser responsabilizado pelo delito de tráfico com base no texto que dá origem ao ECA (Estatuto Criança e do Adolescente). Ele foi liberado para casa na presença da mãe.

0 Comentários

Deixe um Comentário

um × 4 =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password