Radares fixos de Tanabi multam a partir de amanhã

Os aparelhos em Votuporanga e Fernandópolis não foram ligados

Quatro radares instalados em dois trechos da rodovia Euclides da Cunha (SP-320), em Tanabi (km 477 e 479), começam a multar a partir de amanhã. A informação foi confirmada ontem pela assessoria do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), de acordo com publicação no Diário Oficial.

Outros quatro radares instalados na rodovia Jornalista José Villibaldo de Freitas próximo a Novo Horizonte (km 417) e na rodovia Cassio Primiano (km 417) próximo a Mendonça também serão ligados amanhã. No dia 20 do mês passado, outros quatro radares instalados na Euclides da Cunha, próximos a Jales (km 583) e Santa Fé do Sul (km 623), também começaram a funcionar.

O vendedor Amaral Percival Gonçalves, de 34 anos, viaja todos os dias a trabalho de Votuporanga para Rio Preto. “Já passou da hora de estes radares começarem a funcionar na rodovia. Neste trecho já presencie acidente com morte e vítimas graves”, afirma o vendedor.

Os equipes multarão os motoristas que excederem o limite de velocidade da Euclides – que foi duplicada no início deste ano – é de 110 km/h por hora para veículos leves e 90 km/h para veículos pesados.

Transitar com velocidade até 20% acima do permitido nas rodovias estaduais paulistas é considerada uma infração média e pode resultar em multa de R$ 86,13, além de render quatro pontos na carteira de habilitação. Quando o motorista é flagrado em velocidade 50%, ou mais, acima do máximo permitido, o motorista perde sete pontos na carteira, além de levar uma multa de R$ 574, se tratando de infração gravíssima.

Votuporanga

Outros radares instaladas na rodovia Euclides da Cunha em Votuporanga (516) e Fernandópolis (km 551) já foram homologados pelos técnicos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP).

Agora, falta a publicação no Diário Oficial para o início da operação. A previsão é que sejam ligados neste mês.

Mais salgadas

Os motoristas que estão acostumados a fazer ultrapassagens perigosas, pelas estradas do País, devem preparar o bolso. A partir do dia 1º de novembro, entra em vigor os novos valores das multas, com reajustes entre 233% e 900%.

Desde o surgimento do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que foi criado em 1997 e entrou em vigor em 1988, é a primeira vez que os valores das multas por ultrapassagens perigosas foram alteradas. Os reajustes foram feitos com base na Lei 12.971/2014, que modifica 11 dispositivos (artigos e incisos) do Código.

Atualmente, os motoristas que são flagrados fazendo ultrapassagens pelo acostamento são multados em R$ 127,69.

A partir do próximo mês, a multa custará R$ 957,70. Um aumento de 650%.No caso das ultrapassagens em locais proibidos/perigosos, como em curvas, trevos em níveis, subidas (aclives) e em locais sem visibilidade, o valor atual da multa é de R$ 191,54. Com a nova Lei em vigor, o valor teve um aumento de 400% e custará R$ 957,70 aos motoristas. O maior aumento, de 900%, será nas multas para quem trafega em pista simples e força a passagem entre veículos que estão em sentidos opostos (Colaborou Larissa de Oliveira)

Luciano Moura
luciano.moura@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password