Radares da Euclides passam por testes

Quem passou na rodovia Euclides da Cunha (SP-320), em Votuporanga, observou ontem funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) trabalhando com os radares fixos. De acordo com o órgão, os aparelhos estão em teste.

A assessoria do DER explicou que antes de serem colocados em atividade, os aparelhos são avaliados de diferentes maneiras.O setor de comunicação reiterou que a previsão é que os radares estejam em operação até o final de dezembro de 2014.

Os equipamentos foram instalados nos quilômetros 477, 478 e 479 (próximo a Tanabi), 516 (Votuporanga) e 551 (Fernandópolis). Os aparelhos já foram aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP). Os radares multam os motoristas que excedem o limite de velocidade da Euclides da Cunha – cuja duplicação foi inaugurada no início deste ano – que é de 110 km/por hora para veículos leves e 90 km/h para veículos pesados.

Quatro aparelhos instalados em dois trechos da rodovia, próximos a Jales (km 583) e Santa Fé do Sul (km 623), começaram a funcionar em setembro. Nesta mesma data, também foram ligados dois equipamentos instalados na rodovia José Willibaldo de Freitas, entre Novo Horizonte e Sales.

De acordo com o DER, o objetivo é reduzir os acidentes e mortes nas rodovias estaduais. Os radares são instalados em pontos de atenção, onde há ocorrências de excessos de velocidade.

O órgão informou ainda que placas com o limite de velocidade indicando a presença de fiscalização eletrônica estão em fase de implantação nas rodovias.

Andressa Aoki
andressa.aoki@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password