Queda do 3º andar de hospital deixa jovem em estado grave

Uma moça de 20 anos sofreu múltiplas fraturas ao cair do terceiro e último andar do Hospital João Paulo 2º, em Rio Preto, e está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base. A.E.A caiu na manhã de anteontem, de uma altura aproximada de 15 metros do prédio onde estava internada desde sábado. O caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher foi internada no hospital por intoxicação medicamentosa e anteontem recebeu alta. O hospital então entrou em contato com os familiares para que fossem buscá-la, mas houve recusa. Enquanto aguardava a chegada dos familiares, a garota sofreu a queda por uma janela do corredor de uma das alas do local.

 

Os médicos do hospital prestaram os primeiros socorros e em seguida recomendaram a transferência da vítima para o Hospital de Base. Ela teve contusão cerebral frontal, fratura exposta no fêmur esquerdo, nos pulsos direito e esquerdo, no braço esquerdo, no cotovelo esquerdo, no rosto e no acetábulo – osso que liga o fêmur ao quadril.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do HB, a garota passou por cirurgia para estabilizar as fraturas e permanece em observação. A mãe dela, de 41 anos, afirmou que não foi avisada sobre a alta hospitalar da filha no João Paulo 2º. “Eles me ligaram só pra falar que ela precisava de uma acompanhante no quarto, mas eu disse que não podia, já que tenho um filho de dois anos e não tenho com quem deixá-lo”, afirma. Moradora do bairro Aroeira com seu companheiro, a mulher também disse que a filha estava namorando há 10 meses e nesse período elas não se falavam. “Fazia tempo que não via minha filha”, disse a mãe, que além da moça e do menino de dois anos, tem outro filho, de 18 anos. O caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Rio Preto, porém, até as 17 horas, o boletim de ocorrência não havia sido enviado para a delegada Margarete Franco, que deve presidir o inquérito.

 

Em nota enviada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Estado – que administra o hospital – a direção do estabelecimento informou lamentar o ocorrido com a paciente. A diretoria informa que, após ter recebido alta da UTI, a mulher foi transferida para o setor da enfermaria, onde deveria continuar internada para a continuidade do processo de recuperação.

 

O hospital ressalta que durante todos os dias em que a paciente esteve internada houve tentativa de estabelecer contato com os familiares dela, solicitando, inclusive o pedido para que eles disponibilizassem um acompanhante, o que foi recusado. A nota do Estado acrescenta que “na manhã do dia 23, por volta das 10h30, a paciente se jogou de uma janela do corredor do 3º andar, caindo no pátio externo da unidade.

 

Uma equipe de médicos a atendeu imediatamente após a queda. Diagnosticada com múltiplas fraturas em todos os membros e face, e em estado grave, a paciente foi internada novamente na UTI do Hospital João Paulo 2º, sendo transferida o Hospital de Base no mesmo dia, no período da tarde. A família foi informada e a polícia acionada”.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password