Promotor declara que o trânsito de Votuporanga é um caos

 

 

Eduardo Boiati citou na reunião o trabalho do efetivo da polícia e também a situação do trânsito no município

 

Na manhã de ontem, o Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) reuniu representantes de escolas, delegados de polícia, prefeitura e comunidade em geral para discutir o tema “Legislação de Trânsito”.

 

O encontro foi conduzido pelo presidente, Jesimar Sudáhia Zanelato e contou com a explanação dos promotores de justiça, Eduardo Martins Boiati e José Vieira da Costa Neto.

 
Boiati citou durante a reunião o trabalho do efetivo da polícia, falando também da situação do trânsito no município. “A cidade está crescendo muito e a quantia de policiais chega a ser menor que há 20 anos. São muitas ocorrências e muitas pessoas que não respeitam as lombofaixas, pares e cruzamentos, vivemos um caos no trânsito.

 

Não adianta falar de conscientização, pois as pessoas apenas têm consciência diante de seus interesses”.

 
Nesse panorama, Boiati acredita que as causas sejam o aumento de motos, excesso de velocidade, álcool e direção. “Existe muito desrespeito a leis de trânsito, as pessoas bebem e dirigem, falta educação dos pais para com os filhos.

 

No Brasil não temos cultura para isso, então, a tolerância deve ser zero. No país, as motocicletas transformaram-se no ponto primordial do crescimento da mortalidade nas vias públicas”.

 
Para o promotor as multas com imprudências de trânsito devem ser aplicadas mesmo sem a perícia. “A multa deve ser feita no mesmo lugar para as pessoas se lembrarem que o PARE é para PARAR.

 

Existem pessoas que não deveriam dirigir nem mesmo uma carroça e as aulas de moto nas auto-escolas fazendo um oito devem ser alteradas, no mínimo, o aluno deveria passar por ruas centrais”. Ancelmo Lio – Diário Votuporanga


0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password