Projeto Salva Vidas tem como proposta trabalhar prevenção

Um projeto que visa trabalhar a prevenção de drogas e álcool em crianças e jovens. Esta é a proposta do Salva Vidas, apresentado na manhã de ontem no auditório do Centro Social de Votuporanga aos pais dos alunos participantes e demais lideranças.

Iniciativa
O assistente social da Comunidade Nova Vida, Odair Ferreira, disse para o A Cidade que tudo começou porque a entidade gostaria de contribuir com algum projeto que visasse a prevenção de uso de drogas e de álcool, uma vez que lida com este tipo de público.

O foco seria destinado a crianças e adolescentes, de 6 a 15 anos.
Pensando nisso, foi feita parceria com o Centro Social. No caso, a entidade abriria suas portas para que a equipe da Comunidade trabalhasse a prevenção com monitores (no caso assistente social e psicólogos).
“Na verdade estamos pensando no futuro, para não precisarmos tratar dependentes químicos. A melhor opção sempre será a prevenção”, destacou.
Durante o projeto são trabalhados vários temas, entre eles o que é a dependência química, suas consequências, descobrir se existe algum caso na família dos alunos, etc.

Arrecadação
Em 2012, foram arrecadados pela campanha Leão Amigo, R$ 30 mil para o projeto;  neste ano, subiu para R$ 40 mil. O dinheiro é destinado somente para o projeto, na confecção de material didático, alimentação para os assistidos e pagamento dos monitores envolvidos.
Neste ano, 180 crianças, incluindo o distrito de Simonsen, serão atendidas (30 a mais que o ano passado). “O projeto é pouco pelo que deve ser feito”, destacou.
Atualmente, a Comunidade Nova Vida atende 27 internos.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password