Programa orienta profissionais da beleza em Votuporanga

Profissionais que participam do “Programa Sebrae Beleza” têm a oportunidade de atualizar conhecimento e aprimorar atendimento ao cliente, os tornando mais competitivos

O Brasil ocupa hoje o sétimo lugar entre os países mais vaidosos do mundo, segundo pesquisas do setor. Por mês, o brasileiro gasta, em média, R$ 112 com produtos de beleza e higiene, investimento que aumentou 44%, em seis anos. O Portal do Empreendedor aponta crescimento de 43% no segmento que, por mês, ganha 7 mil novos salões de beleza em todo o Brasil. De olho no potencial do setor, é que o Sebrae-SP criou o Programa Sebrae Beleza implantado em Votuporanga no início de 2014.

Desde então, 25 salões de beleza começaram a participar das atividadesde Gestão Empresarial,que incluem palestras, consultorias individualizadas, participação em feiras e eventos. A coordenadora do programa, Elke Cristina Teles Ribeiro, conta que nos encontros realizados em 2014 os profissionais discutiram sobre merchandising, relação com o cliente, controle financeiro, contratação de serviços e funcionários, análise de mercado, entre outros temas que auxiliam os profissionais a melhorar a gestão do seu negócio.

Para Graciele Galan, que está há dois anos no mercado, o programa tem contribuído na atualização de conhecimento e para aprimorar ainda mais o atendimento aos clientes. “Consegui participar pela primeira vez da Feira Beauty Fair em São Paulo que me permitiu ficar mais antenada com as tendências do setor. Além disso, tenho consultorias em finanças e marketing que me ajudam muito”.

Quem também participa é Valentim Magossi, que tem mais de 50 anos de experiência e encontrou nas atividades o equilíbrio financeiro que sempre buscou. “Agora conheço o meu real lucro e consigo controlar a produtividade do meu salão. O Sebrae Beleza está suprindo uma necessidade do nosso setor, que é o de ter algo voltado para a nossa realidade”, finalizou.

As atividades do Sebrae-SP Beleza continuam em 2015 com novos temas em oficinas, palestras e eventos, entre outros temas. Em setembro, os profissionais visitarão a 11ª Feira Internacional de Beleza Profissional, a Beauty Faire, em março a Hair Brasil – 14ª Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética.

“Estima-se que há cerca de 2,2 milhões de cabeleireiros em atividade em todo o país. No Estado de São Paulo, existem aproximadamente 81 mil empreendedores individuais (EI) formalizados em atividades relacionadas à beleza como cabeleireiros e manicures. Ao participar do Programa, os profissionais da beleza vão começar a executar práticas que tornam os salões mais competitivos e lucrativos. Com as orientações, será possível aproveitar melhor este momento do setor, que vem crescendo a cada ano e que pode proporcionar ótimas oportunidades”, comentou Sérgio Gromik, gerente do Sebrae-SP.

Interessados em participar do programa Sebrae Beleza devem ligar para (17) 3421-8366 ou 0800 570 0800. O Escritório Regional fica na av. Wilson de Souza Foz, 5.137.

Dicas para salões de beleza

Bom atendimento: Um bom atendimento faz com que o cliente fique satisfeito, volte ao salão e divulgue aos amigos. Todos os colaboradores do salão devem atender bem, com profissionalismo e simpatia.

Ambiente: O salão de beleza deve ser um local atraente. Conforto, cordialidade, acessibilidade, funcionalidade fazem parte dos requisitos básicos do bom atender. Devemos também lembrar que beleza é saúde, assim o salão tem de adotar práticas que garantam a segurança e a saúde dos clientes e colaboradores, além de atender as normas da vigilância sanitária.

Preços: Os preços devem ser competitivos e alinhados com o nível de serviços oferecidos e à percepção de valor do cliente. É importante que você conheça todos os componentes necessários para calcular de forma adequada o preço de venda.

Inovação: A aplicação de técnicas inovadoras atrai clientes ao salão, afinal todos gostam de  novidades.

Divulgação e promoção: Divulgar é fundamental. Para isso existem algumas iniciativas simples, de baixo custo e fácil acesso, tais como: mala direta, página no facebook, anúncio no jornal ou revista do bairro ou mesmo a distribuição de folhetos que podem ajudar a captar mais clientes.

Planejamento: Questões importantes devem ser consideradas ao planejar o seu empreendimento: características específicas do segmento salões de beleza, escolha adequada dos produtos e serviços oferecidos, regulamentação e legislação pertinentes e análise da concorrência são apenas alguns dos itens que devem ser avaliados e planejados.

Controle gerais e básicos: O dono no salão deve ter uma visão completa do seu negócio. Assim, controles gerenciais devem ser implementados para atividades importantes do negócio: financeiro e contábil, marketing e comunicação, recursos humanos, gestão de compras, estoque e vendas.

Contratação de funcionários: Uma equipe motivada e bem capacitada contribui para o sucesso do negócio. A falta de conhecimento e o desrespeito às normas e legislações, além de gerar insatisfação na equipe podem gerar reclamações trabalhistas.

Fluxo de caixa: O controle de saldos, capital de giro, conciliação dos prazos de pagamento e recebimento, além de um acompanhamento adequado de contas a pagar e a receber, permitem elaborar o fluxo de caixa projeto, possibilitando conhecer antecipadamente o futuro financeiro da empresa.

Capital de giro: O capital de giro é influenciado pelo volume de vendas/recebimentos, compras, custo das vendas e principalmente, pelos prazos médios de estocagem, recebimento das vendas a prazo e pagamento de compras. 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password