Professor que atirou e matou vizinho se entrega à polícia


O professor de ciências e arqueólogo amador João Tadeu Arruda, de 62 anos, suspeito de atirar contra vizinhos, se entregou nesta sexta-feira (13), na delegacia de General Salgado (SP), onde o crime aconteceu. A demora para comparecer a delegacia foi orientada pelo próprio advogado, que alegou objetivo de preservar a integridade do professor.
Segundo informações do delegado Eugênio Dias do Vale, Arruda prestou depoimento aos policiais e disse que, após pedir que os vizinhos parassem com uma discussão, cerca de 30 homens invadiram a residência dele. Para se defender, fez cinco disparos, mas sem intenção de matar.De
acordo com o delegado, o professor já tinha outros boletins de ocorrência registrados por perturbação por som alto. Em uma das ocorrências, um aparelho de som chegou até ser recolhido por policiais.
Agora, João Tadeu Arruda será indiciado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado. A prisão preventiva não foi decretada pois o professor não possui antecedentes criminais, tem residência fixa e se comprometeu a comparecer sempre que solicitado, para prestar esclarecimentos. Ele foi liberado.

O inquérito deverá ser encerrado até dia 2 de maio e encaminhado pelo delegado à Promotoria. Mais testemunhas serão ouvidas e os laudos da Perícia Técnica também são aguardados.(G1)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password