Produção de lixo também aumenta no Carnaval

Em cinco dias de festa, empresa Converd retirou das ruas 271.5 toneladas de material; por dia, o normal é de 80 toneladas

Depois de cinco dias de festa, a rotina dos votuporanguenses volta ao normal. A cidade recebeu milhares de foliões desde a última sexta-feira até terça. Cada turista investiu em diversos setores na cidade, desde supermercados, lojas de conveniência, postos de combustíveis, restaurantes e hotéis. 


Lixo
A diretora de divisão de Meio Ambiente da Saev, Simone Neiva Rodela, informou ao jornal A Cidade que a quantidade de lixo recolhida durante o Carnaval superou o que é retirado das ruas em um único dia.
A coleta de materiais recicláveis, que é feita por uma empresa terceirizada, foi de 2.9toneladas, somente na segunda e na terça.
Na Converd, o lixo doméstico de sábado, segunda e terça, foram 271.5t; por dia, foram 90.5t. “Em um dia normal, é retirado 80t, podemos ver que a quantidade de lixo feito nestes dias”, falou.

Festas
Outra época em que a produção de lixo dispara é no Natal e Ano Novo. Nas festas deste ano, foram retiradas 7 toneladas e meia de material reciclável das residências de Votuporanga. A informação foi transmitida pelo chefe de Setor de Resíduos Sólidos da Saev Ambiental, Cláudio Craveiro Jr.
Para se ter uma ideia da quantidade de lixo que aumentou somente nos últimos quatro dias devido ao Natal, em dias normais, são recolhidas 550 toneladas. Neste final de ano, a estimativa é de que tenha sido registrado um aumento de quase 20% nos trabalhos realizados. Em sete dias normais, são coletadas das casas 9 toneladas de material reciclável (lembrando que a semana só será encerrada amanhã).

Comerciantes comemoram movimento
O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Votuporanga e Região (Sinhores), Luiz Gonzaga Poloni, comemora que o Carnaval é a época em que os estabelecimentos mais lucram. “É um evento muito importante para a cidade, pois os foliões investem em bares, hotéis, lanchonetes, supermercados e padarias”, falou.
Ele disse que a cidade deve investir ainda mais para atrair os foliões, principalmente em casas para locação. Karolline Bianconi/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password