Procon alerta sobre Golpe da Pirâmide pela internet

 

O Procon de Votuporanga e demais representantes do órgão de todo Brasil elaboraram um documento no qual externam preocupação em relação as operações financeiras que utilizam o sistema de “Pirâmide de Ponzi”, que vem sendo disseminadas em todo território nacional. O documento foi elaborado durante a reunião da Associação Brasileira de Procons (PROCONSBRASIL), realizada em Brasília-DF, no último dia 6.

 

Segundo a diretora do Procon de Votuporanga, Andréa Isabel da Silva Thomé, não há registro específico envolvendo este golpe da pirâmide financeira em Votuporanga. Porém, todos os Procons do Brasil têm essa preocupação diante do grande número de consumidores que, em busca de ganhos financeiros imediatos, estão aderindo a negócios com empresas aparentemente lícitas, quando na verdade têm como objeto uma atividade que não possui qualquer viabilidade econômica.

 

Diante disso, a Associação Brasileira de Procons, durante a reunião do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, solicitou apoio nas investigações à Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor, cobrando providências para garantir a proteção do consumidor, e foi prontamente informada que o órgão já instaurou procedimento administrativo sobre o tema no âmbito do Ministério da Justiça.

 

“Todavia, é nosso dever evitarmos os conflitos e, assim, os consumidores devem ficar alertas caso identifiquem tal prática. Durante a reunião em Brasília, representantes de Procons de outras regiões relataram a disseminação de práticas similares à pirâmide, e o meio utilizado é pelo Facebook e outras redes sociais”, disse a diretora.

 

Ainda de acordo com Andréa, o consumidor deve pesquisar a reputação e credibilidade de empresas que oferecem lucros atrativos antes de aderir a qualquer tipo de negócio coletivo ou mercado de consumo em grupo.

 

Pirâmide de Ponzi

A pirâmide tem este nome por conta do imigrante italiano Charles Ponzi, que conseguiu fazer fortuna rapidamente nos Estados Unidos utilizando este método. Esse sistema financeiro é insustentável e funciona a base de novos investidores. Os primeiros envolvidos investem e conseguem lucrar recrutando outros participantes, porém, quanto maior o alcance da pirâmide, menos sustentável ela fica, pois ela depende dos investimentos posteriores. Sem novos investimentos, a grande parcela dos envolvidos fica no prejuízo.

 

Mais informações no Procon, rua São Paulo, 3741, Votuporanga, ou pelo telefone (17) 3422-8930.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password