Problema técnico adia julgamento de atletas da Alvinegra

O julgamento dos jogadores Cairo, Willian Baiano, Gabriel, Jairo e Uélison, da Votuporanguense, foi adiado ontem pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol.

Um problema técnico durante a exibição de um vídeo com imagens da confusão generalizada do dia 10 de junho teria sido o motivo, segundo representantes da Alvinegra. A nova data é na próxima segunda-feira (25).

Diante da situação, foi adiado (através de pedido da Comissão Disciplinar, para melhor apuração dos fatos) o processo de número 643/12, envolvendo atletas do Votuporanguense e também do Fernandópolis Futebol Clube.

Por telefone, um dos diretores da Votuporanguense, José Ricardo Rodrigues da Cunha, o “Mineiro”, afirmou que a defesa da Alvinegra, representada pelo advogado Alexandre Rodrigues Rodrigues apresentou um vídeo com as cenas do incidente, mas, quando deveria ser realizada a exibição de outro vídeo, houve um problema técnico e a juíza que presidia o julgamento decidiu por suspender a sessão.

Desta forma, segundo o regulamento, os cinco jogadores, que já cumpriram suspensão automática pelo cartão vermelho, podem atuar na partida da próxima rodada, domingo, no Estádio Plínio Marin, contra o Tanabi.

Indiciamento

O TJD emitiu na última quarta-feira (13) a citação dos jogadores do Clube Atlético Votuporanguense e do Fernandópolis Futebol Clube que se envolveram na confusão do último domingo foram indiciados. O atacante Jairo vai responder por, segundo a súmula do árbitro Márcio Henrique de Góis, ter infligido o artigo

254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (praticar agressão física durante a partida, com risco de suspensão de quatro a doze partidas). Já Gabriel, Cairo e Uélison foram incluídos no artigo 257 (participar de rixa, conflito ou tumulto durante a partida, com risco de suspensão de duas a dez partidas).

Já para o capitão Willian Baiano, foram apontadas duas infrações. Ele também responderá pelo artigo 257 e pelo 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar, com suspensão de uma a três partidas), já que o árbitro considerou que ele invadiu o gramado, tendo em vista que no momento da confusão ele estava no banco de reservas, pois fora substituído.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password