PRF flagra 71 motoristas em excesso de velocidade na BR-153

Em um intervalo de 60 minutos de fiscalização na rodovia BR-153, entre as cidades de Rio Preto e Bady Bassitt, agentes da Polícia Rodoviária Federal flagraram 71 motoristas transitando acima do limite velocidade. Um dos veículos estava 76% além do permitido.

De acordo com a PRF, as fiscalizações com radar que foram realizadas no quilômetro 83 fazem parte dos esforços no combate as imprudências e condutas de risco causadas por alguns motoristas.

Durante a fiscalização, um veículo de luxo foi flagrado a 141 km/h em um local onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h, ou seja, 76% acima do permitido. Outros veículos também foram autuados acima da velocidade.

Vale lembrar quando o motorista é flagrado transitado em velocidade superior à máxima em até 20% do limite, ele é recebe infração média, além da multa de R$85,13, o motorista perde quatro pontos na carteira. Quando for flagrado em velocidade superior à máxima em mais de 20% e até 50%, a infração é considera grave com multa de R$ 127,60 e perda cinco pontos.

Já se condutor for flagrado em acima de 50% da velocidade máxima, como o veículo mencionado na reportagem questava 76% acima do limite, além de ser considerada infração gravíssima, que renderá uma multa de R$ 574,62 e sete pontos na carteira, o motorista terá a suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

Ainda durante as fiscalizações de velocidade feitas pela PRF, vários motoristas foram abordados e submetidos a exame de bafômetro, checagem de documentos e condições dos veículos que transitavam pela rodovia.

Motocicleta furtada

Durante a fiscalização, uma caminhonete foi abordada transitado na rodovia com duas motocicletas na caçamba, ambas utilizadas para atividades de motocross.

Ao realizarem consulta pelo número de chassi, inspetores da PRF constaram que uma delas apresentava queixa de furto. O condutor do veículo, o torneiro mecânico D.C.M., 27 anos, alegou que comprou a motocicleta de um amigo e não tinha conhecimento de que era produto de furto.

O condutor e a motocicleta foram conduzidos para a Central de Flagrantes de São José do Rio Preto, onde a motocicleta foi apreendida e devolvida ao antigo proprietário. Já o torneiro mecânico foi indiciado por receptação.

Gazeta de Rio Preto

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password