Presidente da FEV fala sobre início de mandato

De volta à presidência da Fundação Educacional de Votuporanga (FEV), após 10 anos, o médico-veterinário Dr. Celso Luiz Alves do Santos tem feito, nos últimos dias, palestras em alguns clubes de serviços locais, a fim de dividir com representantes da sociedade, ações que fizeram parte do início de seu segundo mandato à frente da Instituição.
A convite da Loja Maçônica União Universal 50 e do Rotary Clube 8 de Agosto, o presidente da FEV falou sobre a atual situação de sua principal mantida, o Centro Universitário de Votuporanga, e das decisões que tem sido obrigado a tomar, na tentativa de manter a saúde financeira da Fundação.
Durante sua explanação, o médico-veterinário abordou a crise econômica que assola o País, evidenciando que, na UNIFEV, a situação não tem sido diferente. De acordo com Dr. Celso, houve uma diminuição considerável de matrículas para 2016. O número de alunos ingressantes, neste ano, foi 25% menor que o de 2015. “Esse dado, somado à pequena oferta do Financiamento Estudantil (FIES), à extinção do Pronatec e à necessidade que tivemos de oferecer um mútuo educacional aos nossos alunos, na tentativa de mantê-los estudando, significa uma diminuição de quase R$ 7 milhões em nossa receita”.
Diante deste cenário, o presidente da FEV argumentou que foram necessários fortes ajustes administrativos, o que culminou na dispensa de 12% do quadro de funcionários. “Além dos cortes, tivemos que reduzir diversos benefícios aos colaboradores, mantendo apenas aquilo que é garantido pelas convenções coletivas. Também foram suspensas as construções. Somente as obras consideradas indispensáveis serão concluídas”.
Sobre algumas pendências anteriores, Dr. Celso deixou claro a reativação da parceria entre a FEV, a Associação Industrial da Região de Votuporanga (AIRVO) e a Prefeitura do município, referente à manutenção da Fundação Votuporanguense de Educação e Cultura (FUVEC).

PARCEIROS

E por falar em parceiros, o presidente da FEV confirmou o diálogo que vem mantendo com a Santa Casa, quanto à criação do Internato para os alunos da Medicina, e o convênio recém-assinado com a Prefeitura, para que estes mesmos estudantes possam atuar nos serviços da área médica prestados à população local.
Ao finalizar suas apresentações, o médico-veterinário ressaltou que o compromisso da atual diretoria é manter a reserva técnica financeira da Instituição, a fim de proporcionar todas as melhorias necessárias aos universitários, bem como ao recredenciamento do Centro Universitário, para 2017. “Nossos esforços visam à continuidade da excelente qualidade da educação que oferecemos. Estamos aguerridos nesta missão. Nosso foco é proporcionar o melhor conhecimento e a melhor formação possível aos nossos alunos”.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password