Presidente da Câmara Municipal pede regional da Defesa Civil para Votuporanga

Durante o seu pronunciamento proferido na tribuna da Câmara Municipal, o presidente da Casa de Leis – vereador Eliezer Casali (PV) apontou a necessidade do Governo do Estado em instalar em Votuporanga uma sede regional da Defesa Civil, órgão ligado à Casa Militar do Estado de São Paulo.

Neste sentido, Eliezer ressaltou que uma comunidade bem preparada é aquela que tem mais chances de enfrentar situações adversas. A Defesa Civil é a organização de toda a sociedade para autodefesa por meio de ações que visem a prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação voltadas à proteção e defesa civil.

Para o presidente da Câmara, Votuporanga por ser líder regional poderia ser contemplada com uma sede regional da Defesa Civil para que assim houvesse um estoque estratégico para atender as necessidades emergenciais da cidade e da região.

Entre outras medidas, cabe à Defesa Civil, coordenar e supervisionar as ações de defesa civil, manter e atualizar as informações específicas, elaborar e implementar programas e projetos, prever recursos orçamentários para as ações assistenciais, capacitar recursos humanos, providenciar a distribuição e controle de suprimentos e propor a decretação ou homologação de situação de emergência ou de estado de calamidade pública.

“Votuporanga é líder regional e pode ser contemplada com uma sede regional da Defesa Civil para que assim tenha um estoque estratégico para atender as necessidades emergenciais de Votuporanga e região”, destacou Eliezer.

Rede Lucy Montoro

Ainda de autoria de Eliezer Casali, ele encaminhou um ofício ao governador do Estado, Geraldo Alckmin, para que estude a possibilidade de contemplar Votuporanga com uma unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro.

Essa unidade propicia melhoria na qualidade de vida, participação na sociedade e capacitar plenamente a pessoa com deficiência para o exercício de seus direitos.

Para Eliezer, as unidade da “Lucy Montoro” são compostas por uma equipe multiprofissional de especialistas em reabilitação e tem como foco o público com lesão medular, amputação e má-formação, lesões encefálicas do adulto, paralisia cerebral e dor incapacitante, contando com protocolos e técnicas próprias, bem como tecnologias e equipamentos inovadores.

“Nossa cidade por ser líder regional poderia ser contemplada com uma unidade dessa rede de reabilitação, objetivando o atendimento mais logístico de pessoas com as deficiências apontadas”, justificou Eliezer.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password