Prefeitura registra 7,5 mil agendamentos para residencial

O secretário de Planejamento Urbano e Habitação, Jorge Seba, esteve ontem no Jornal da Cidade, da Rádio Cidade. Ele foi convidado a falar sobre o agendamento das 330 casas do Residencial Boa Vista, que aconteceu na quinta, sexta e sábado no Ginásio de Esportes Jane Maria de Lacerda Soares.

 
Ele estima que 7,5 mil pessoas tenham feito o agendamento. “Superou as expectativas. Em relação aos dois últimos anos, quando tivemos inscrições, teve um crescimento de 25%”, comentou. Entretanto, o número exato só será divulgado no próximo mês, quando forem feitas as inscrições para o sorteio.

 
Para ele, o número é cada vez mais preocupante, pois mostra o déficit habitacional na cidade. “A cidade é atraente em emprego e qualidade de vida, e o Poder Público tem que investir também em habitação”.
Seba disse que na faixa 1, onde a família tem renda de até R$ 1.600, as prestações podem ser de R$ 25 a R$ 80.

Dúvidas
Vários ouvintes ligaram questionando o secretário sobre as exigências da Caixa. Seba respondeu que pessoas têm o nome restrito (“sujo”), devem quitar suas dívidas; os que têm qualquer imóvel (casa ou terreno) no nome, seja para benefício de terceiro, é compreendido pela Caixa que já possui financiamento. “A Caixa possui um sistema nacional que aponta o que a pessoa tem no nome, não tem como enganar ninguém, pelo contrário, qualquer informação não verdadeira a pessoa poderá responder por falsidade ideológica”, falou.

Investimento
Seba disse que a Prefeitura investiu cerca de R$ 3,100mi para adquirir o terreno para que a Caixa construísse o conjunto habitacional. “Nenhuma cidade da região oferece isso. Isso melhora a condição do negócio ser fechado, pois a Prefeitura tira do próprio orçamento para comprar o terreno, além de mostrar que está dando prioridade à habitação”.

 
Outro ponto destacado por Seba é que o valor do aluguel é absurdo na cidade. “Queremos aumentar o número de casas para que se acabe com isso. Quando existe um conjunto habitacional, o Poder Público também tem que melhorar a saúde, educação, transporte coletivo e isto está no plano de governo do prefeito Junior Marão”, falou.

 
A estimativa é que as casas estejam prontas até fevereiro ou março. O sorteio deve ser em maio, no Estádio Municipal Plínio Marin, como o ocorrido no ano passado no Monte Verde.

 
“Pedimos que as pessoas tenham paciência, pois estamos fazendo de tudo para que mais casas populares sejam construídas. Novas casas virão, o prefeito deve anunciar em breve um conjunto para 2014”.
A cota é de 3% para portadores de necessidades especiais e 3% para idosos. “Portanto, 20 casas, sendo 10 para cada caso, serão disponibilizadas no sorteio. Já para os demais casos, serão 310 unidades”.

Monte Verde
Em relação à reportagem exclusiva do jornal A Cidade, no qual o vereador Douglas Lisboa disse que existem 20 casas fechadas no Residencial Monte Verde, Seba comentou que 12 proprietários foram notificados e os casos serão analisados.

 

Karolline Bianconi – A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password