Prefeitura quer criar a Feira do Produtor Rural

Projeto é inovador e completamente diferenciado das feiras livres, já que dispõe de estandes padronizados, uniformes e identidade visual, sendo totalmente gratuito

A Prefeitura de Votuporanga, por intermédio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, busca trazer para o município a Feira do Produtor Rural, em parceria com o SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. O primeiro passo foi dado na tarde de terça-feira (20/3), no Sindicato Rural de Votuporanga, com definição do Comitê Gestor, que será formado por representantes do Sebrae SP, Fiscalização Municipal, das Secretarias de Desenvolvimento Econômico, da Cultura e Turismo e de Obras, e das cooperativas de produtores rurais, Coapinsp e Codafavo.

“Um dos objetivos do prefeito João Dado é incentivar e apoiar os pequenos e médios produtores rurais e a ideia da feira vai justamente ao encontro desta aspiração, pois permite capacitar os agricultores a comercializarem seus produtos diretamente ao consumidor, dentro de um projeto completamente diferenciado das feiras livres”, explicou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Flávio Piacenti Junior.

O secretário esclareceu ainda que na Feira do Produtor Rural, “só poderão ser oferecidos produtos cultivados na propriedade do próprio agricultor, com a garantia de serem alimentos saudáveis e seguros, seguindo as especificações das legislações vigentes, estabelecendo uma relação de confiança e respeito com o consumidor, sem produtos industrializados e atravessadores”.

A instrutora do SENAR, Maria Fernanda de Almeida Rodrigues, afirmou que o programa atende os anseios dos pequenos produtores, que apresentam dificuldade em conseguir agregar valores nas pequenas escalas de produção. “A Feira vai criar um ambiente agradável e organizado, com identidade visual e padronização dos estandes sustentáveis feitos em bambu, com seu funcionamento obedecendo a um regulamento próprio, com normas e procedimentos que consideram a necessidade do capricho na preparação e apresentação dos produtos fresquinhos a preços competitivos”.

Maria Fernanda disse ainda que para a Prefeitura e, principalmente, para o produtor rural não existe custo algum. “Muito pelo contrário, pois o programa subsidiará, gratuitamente, aos produtores rurais participantes, o kit completo do estande e uniformes (avental, camisetas e bonés), além de toda a identidade visual, como displays e tabelas de preços, o próprio estande em bambu e lona, que será confeccionado pelo produtor”, concluiu.

Na próxima terça-feira (27/3), às 13h, os produtores estão convidados a participar de uma sensibilização no auditório do Sindicato Rural e, depois, os interessados em participar do projeto seguirão para os próximos módulos. Toda a capacitação é gratuita e tem duração de 272 horas, incluindo módulos de formação e organização de equipe, normas e procedimentos adequados para a feira, construção dos estandes de bambu, planejamento da produção, preparação adequada dos produtos a serem levados à Feira, métodos de comercialização, técnicas de vendas e exposição de produtos, controles de gestão do negócio.

Após essa capacitação, provavelmente em outubro, os produtores rurais estarão aptos a inaugurar a Feira, e a equipe do SENAR/SP acompanhará esses agricultores por quatro semanas para orientá-los e auxiliá-los no desenvolvimento e consolidação dessa Feira no município. Essa modalidade de Feira já acontece com sucesso em Brotas, Araçatuba e outros municípios paulistas.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password