Prefeitura planeja construir estacionamento subterrâneo para 250 vagas na praça Fernando Costa

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Jorge Seba, pede calma à população, garantindo que o prefeito Junior Marão não tomará nenhuma atitude que irá contrariar os moradores. “Ele tem muito pé no chão no que vai propor”.

Seba comentou que com a revitalização da rua Amazonas, foram perdidas 80 vagas de estacionamento. E isso daria para recuperar, com o projeto de criação de 250 vagas em um estacionamento subterrâneo. “É o triplo que perdemos”, destacou. O estacionamento começaria na rua em frente a Igreja Matriz (popularmente conhecida como “rua das noivas”, já que os veículos param em frente à igreja para que estas desçam para o início da celebração) até a rua de mão inglesa. Além disso, existe a intenção para que a praça seja revitalizada. Seba contou que o valor da obra não deverá ser pago com dinheiro da Prefeitura. “Será analisada uma forma jurídica de se fazer isso”, adiantou.

Existem várias fases para a conclusão de um projeto. Segundo apontado por Seba, esta ideia ainda consta em estudo preliminar. Mais pra frente, o prefeito escolherá uma data para apresentar este projeto à sociedade, que posteriormente será levado para a Câmara Municipal.

Para que o estacionamento subterrâneo atenda com maior fluidez, será necessário um estudo das ruas centrais da cidade, uma vez que haverá ainda mais acesso ao centro. “É a mobilidade urbana em questão. Estamos muito preocupados com isso. Ao mesmo tempo que abriremos 250 vagas para os veículos, entende-se que haverá um fluxo maior na região central. Precisa existir um começo, meio e fim”, falou.

Segundo Seba, o prefeito tem em mente respeitar, em primeiro lugar, o patrimônio histórico e arquitetônico da praça. Ele acrescenta ainda que não existiu e nem haverá a intenção de se mudar as características do local. “Pelo contrário, temos que conservar o que temos, acentuando sempre o valor que esse patrimônio tem para os moradores e para a história da cidade”, disse.

A exemplo do que foi feito com a rua de mão inglesa e a nova rua amazonas, houve debates, ajustes e o resultado hoje é admirado por todos. “Hoje é difícil encontrar quem não goste e aprecie estas obras”, disse.

Pensando em valorizar o patrimônio histórico, arquitetônico e paisagístico que tem a obra, no projeto de revitalização da praça a ideia é manter a fonte, acrescentando música e movimento das águas. (KB)

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password