Prefeitura oferece aulas gratuitas de skate à população

Interessados em iniciar a prática esportiva podem entrar em contato com a Secretaria de Esportes e Lazer; aulas acontecem de segunda, quarta e sexta

O Skate chegou ao Brasil por volta de 1965 e o primeiro campeonato oficial foi em 1974. O esporte é realizado em uma prancha, chamada “shape”, com quatro rodas pequenas e dois eixos chamados de “trucks”. As manobras são executadas com baixo e alto grau de dificuldade e consistem em deslizar sobre o solo e obstáculos. A prática é considerada um esporte radical, sendo uma das mais conhecidas atualmente e que tem crescido muito nos últimos anos, atraindo um grande número de participantes. De acordo com a própria Confederação Brasileira de Skate, o Brasil conta com mais de 300 competidores profissionais e cerca de 10 mil categorias de base.

Votuporanga também possui grande número de adeptos da modalidade e a Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura de Votuporanga, por meio da escolinha existente há seis anos, procura incentivá-los para participarem de competições. As aulas são abertas a toda população com idade a partir de sete anos e a SEL disponibiliza todo equipamento de segurança e o próprio skate.

O investimento na categoria em Votuporanga já traz destaque para alguns atletas da cidade em competições na região. Vinicius Rocha, conhecido como Hulk, tem 21 anos e foi campeão em Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto e Votuporanga nos últimos três meses. Mateus Carlos tem 18 anos e ficou com o terceiro lugar em Barretos e o décimo em Dracena e Santa Fé do Sul. Lucas Lopes, que está voltando de uma contusão, participou do Campeonato Paulista em Rio Preto e também conseguiu boa colocação.

As aulas acontecem de segunda, quarta e sexta, das 8h30 às 10h30, e no período da tarde, das 14h30 às 17h, no CSU. Segundo o professor Carlos Alberto Pereira, o Beto, as aulas não são divididas por idade, desta forma “eles trabalham juntos, interagem e perdem o medo, assim os mais novos podem ver o que eles podem fazer em cima de um skate observando os mais velhos”.

A escolinha também faz parte de um projeto de inclusão social, que, além da prática da modalidade, faz o jovem se ocupar com o esporte, afastando-o da ociosidade e até mesmo de um envolvimento em atividades ilícitas, principalmente as drogas. “Mais que uma escola de iniciação esportista, é um investimento social desenvolvido pela Secretaria de Esportes e Lazer de Votuporanga”, declara Beto.

O professor já participou da estruturação de escolinhas de base em outras cidades. “Na semana passada recebemos o diretor da Divisão de Assistência Social de Nova Luzitânia, Leonardo Lopes Bonfim, que veio conhecer a nossa escolinha com pretensão de montar uma igual naquela cidade. Ele também estava acompanhado do diretor de Educação e Cultura, Miguel Araújo Junior”, explicou o professor. Assim como Nova Luzitânia, outros municípios como Santa Fé do Sul e Ilha Solteira já vieram conhecer o projeto implantado em Votuporanga.

O CSU, onde acontecem as aulas, está localizado junto à Secretaria de Esportes e Lazer, na Rua Thomaz Paes da Cunha Filho, 3556. Quem tiver interesse em praticar a modalidade ou quiser mais informações, os telefones são (17) 3426-1200 ou 99108-6480, direto com o professor Beto.

Pista profissional

A Prefeitura de Votuporanga está construindo uma pista de skate profissional que ficará no futuro Complexo Esportivo. A obra está entrando em fase de acabamento e terá vestiários e arquibancada coberta. A pista de skate é um compromisso do prefeito Junior Marão, assumido junto aos skatistas da cidade e recebe investimentos em torno de R$ 600 mil com parceria do Governo Federal. A pista trará para os adeptos do esporte a melhor qualidade estrutural vista na região, com capacidade para receber 400 pessoas, numa área construída de quase 600 metros quadrados.

Plaza

A Prefeitura de Votuporanga também está construindo uma pista de skate na Praça Nozomu Abê, no bairro Cecap II. No local, já havia uma rampa onde os adeptos já praticavam a modalidade, porém, com a remodelação, o que era apenas uma rampa passará a ser um “plaza”. O investimento é de quase R$ 80 mil de recursos próprios. Segundo informações do secretário de Esportes e Lazer, José Ricardo Rodrigues da Cunha, o Mineiro, plaza é considerado um circuito para a prática amadora de skate com pequenos obstáculos, que poderá ser utilizado até mesmo por crianças que praticam a modalidade.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password