Prefeitura multa empresa e abre nova licitação

Prime Infraestrutura S/A não atendeu a prazos estabelecidos e está proibida de firmar contrato com o município por dois anos

Hoje completa um mês do encerramento do prazo que a Prefeitura de Votuporanga deu para que a Prime Infraestrutura S/A iniciasse o serviço de recapeamento da cidade. Como o trabalho não começou, a empresa foi multada, teve o contrato reinscidido unilateralmente e também está proibida de participar de licitação da Administração Municipal pelo período de dois anos.

A Prefeitura emitiu a ordem de serviço no dia 7 de novembro para que a empresa Prime Infraestrutura S/A começasse o trabalho. A empreiteira teria até o dia 17 de novembro para começar as obras.

Por esse motivo, o município abre hoje processo licitatório para busca de uma nova construtora.

A licitação tem o objeto de contratar empresa com empreitada global de material, mão de obra e equipamentos, para execução da primeira etapa dos serviços de recapeamento de pavimento asfáltico em diversos locais do município.

A população precisará esperar por mais um bom tempo para ver as ruas de Votuporanga em melhores condições de tráfego, tendo em vista que processos licitatórios são um pouco alongados e, dependendo de recursos, pode demorar meses para ser finalizado.

Em contato com responsáveis pela Prime Infraestrutura S/A, eles alegaram até o final da semana passada, que dependiam da parada do tempo chuvoso para iniciar o serviço, já que o asfalto tem dificuldade para secar quando tem água.

A Prime chegou a trazer um caminhão para a cidade, molhar a rua Jovino Paes, na Vila Ana, que seria a primeira beneficiada, mas, deixou a cidade e não começou o recapeamento.

Assim que toda a questão for resolvida, o trabalho deve começar pela Zona Norte do município, entre os bairros Vila Ana, Pró-Povo, Pozzobon, I Distrito e outros, seguindo depois pela Zona Oeste até completar toda a cidade.

O pacote de serviços contempla na primeira etapa 391.090 metros quadrados, o que corresponde a cerca de 300 quarteirões. O recapeamento foi dividido em duas etapas, de acordo com o financiamento, e seguirá durante todo o ano que vem. Ao todo, 800 quarteirões serão contemplados, em todas as regiões da cidade. Leidiane Sabino/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password