Prefeitura fecha cerco a mototaxistas irregulares

A Prefeitura de Votuporanga realizou ontem mais uma operação com os agentes do setor de Fiscalização e funcionários da Secretaria de Trânsito no segmento dos mototáxis. Com mais essa ação, a administração municipal, até o momento, vistoriou 10 agências de mototaxistas, com averiguação de 61 profissionais, sendo que 35 estavam irregulares. O órgão efetuou seis blitz em ruas da cidade, onde foram abordadas 68 motos em trânsito (nem todas no exercício da função de mototaxista) e 12 estavam irregulares.
Profissionais do ramo concordam com a ação da Prefeitura. “Já foram fechados pontos irregulares, acredito que a situação vai melhorar. É preciso fiscalizar”, disse Maria Adriana, de 32 anos, mototaxista há quatro meses.
Maria Adriana está buscando a legalização junto aos órgãos. “Tenho a carteira de motorista como mototaxista e minha placa é vermelha. Acho que temos mesmo que cumprir a lei, mas não entendo a necessidade de usar colete. Votuporanga é uma cidade muito quente e quase que desmaiei nestes dias por conta da roupa. A viseira do capacete já fica fechada, quando estou atrás de um caminhão ou carro, a sensação é ainda pior com o colete”, disse.
Ela comentou ainda sobre a lei aprovada anteontem pela Câmara de Votuporanga, que acaba com a padronização de cor vermelha para as motos. “Acredito que não tem necessidade da pessoa comprar um veículo vermelho, se já possui um”, afirmou.
Kelly Cristina da Silva, de 25 anos, disse que a moto vermelha estava em falta nas revendedoras da cidade. Mototaxista há oito anos, Kelly tem uma moto preta. “Eu já era cadastrada na Prefeitura e, então, pude continuar com a minha moto. Na época, não tinha exigência de cor”, afirmou.
Ela acredita que sem a padronização, ficará mais fácil de haver legalização dos profissionais. Em nota, a Prefeitura de Votuporanga informou que a cor da moto não interfere no item segurança, portanto, a lei elaborada e criada pela Câmara Municipal, não deverá intervir na qualidade da prestação do serviço. Estão cadastrados 124 profissionais sendo que 86 estão regularizados mediante a lei 4986/2011.

Andressa Aoki
andressa.aoki@diariodaregiao.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password