Prefeitura faz mobilização contra abuso de crianças

Atualmente, 57 menores de idade estão em atendimento; mobilização terá início na próxima semana

A Prefeitura de Votuporanga, preocupada em garantir os direitos da população, promove a 9ª Semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de 18 a 23 deste mês. O objetivo é alertar a população e esclarecer sobre estes crimes, conscientizando sobre a importância da denúncia. A ação consiste em uma panfletagem em diversos locais de fluxo e pontos estratégicos. A iniciativa será realizada na feira da Praça São Bento; Praça Cívica – Rua Amazonas e escolas municipais nos três períodos: manhã, tarde e noite.

A campanha, coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, tem apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), e das secretarias da Educação e de Transito, Transporte e Segurança.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) assiste 57 participantes e 46 famílias que tiveram os direitos violados. Somente neste ano, deram entrada no serviço 12 menores de idade. O órgão presta atendimento de forma especializada e continuada e promove trabalhos de busca ativa, através da divulgação para propiciar a mobilização da sociedade no combate e prevenção das demais variadas formas de violência.

Uma equipe multidisciplinar faz o acompanhamento da vítima e da família. “Fazemos um atendimento de acordo com cada caso”, disse a psicóloga Jésyca Silveira de Paula.

Jésyca explicou que na maioria dos casos o abuso é intrafamiliar. “Envolve pai, padrasto, avô, irmão e até mãe. Geralmente, os agressores são pessoas do vínculo da criança”, destacou.

Durante a Semana, a equipe do Creas orientará os alunos da rede municipal na diferença de um carinho saudável e de um abuso. “O abuso vem de uma ameaça, de um pedido de sigilo. Quando se tem essa situação, é importante pedir ajuda”, afirmou.

A psicóloga frisou que a denúncia é importante. “As pessoas podem ligar no Disque 100 para denunciar uma suspeita. Não precisa se identificar e o caso será encaminhado para o Creas. Além disso, pode procurar também o Conselho Tutelar”, disse.

A data

A Semana de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi criada para elucidar o dia 18 de maio, que foi instituído pela Lei Federal Nº9970 de 17 de maio de 2000, como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa data foi escolhida para lembrar um crime bárbaro que chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, ocorrido em 1973, em Vitória-ES. Naquele ano, a menina Araceli Cabrera Crespo, de oito anos, foi espancada, violentada e assassinada.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password