Prefeitura esclarece sobre Mostra prevista para o FLIV

A exposição “Todos Podem ser Frida” estava prevista para ser montada no Festival Literário de Votuporanga – FLIV, no sábado (8/9), no Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”, entrada principal para o Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, a partir da Avenida Francisco Ramalho de Mendonça.

Após a divulgação da programação constando a Mostra, sem classificação indicativa, o Prefeito João Dado recebeu inúmeros pedidos de pessoas da comunidade questionando sobre o objetivo da exposição durante o FLIV e sobre o local e momento em que seria montada.

Famílias, líderes religiosos e vereadores solicitaram que as imagens não fossem exibidas durante o evento. Os pedidos consideraram que o FLIV tem as crianças como público alvo e majoritário e que o Museu é um espaço aberto e entrada principal delas ao evento – a partir de uma das avenidas do Parque da Cultura. Esse livre e direto acesso não permitiria o prévio conhecimento e direito de escolha dos visitantes quanto ao “recebimento” do conteúdo, comprometendo, por fim, as interpretações artísticas de parte do público. Dessa forma, a montagem da exposição foi reavaliada.

A exposição “Todos Podem ser Frida”, assim como a palestra sobre Diversidade com Gleidys Salvanha (prevista para o próximo sábado 15/9), já estão sendo reagendadas, com previsão para dezembro no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”. A data específica deve ser fechada ainda nesta segunda-feira e divulgada pela Prefeitura para todo o público interessado.

A Prefeitura já apoiou e sediou em seus espaços, por diversas vezes, eventos voltados à educação sexual e diversidade, a exemplo dos Encontros de Diversidade realizados nos anos de 2017 e 2018, com parceria da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Secretaria Municipal da Cultura e Turismo. O mais recente foi promovido no último final de semana do mês de julho (27 a 29), com programação voltada ao público LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e pessoas Intersex) e aos simpatizantes. Entre os temas abordados, estava “Identidade de Gênero e Orientação Sexual”, com palestrante especialista no assunto. A Semana da Diversidade encerrou-se com um grande encontro na Concha Acústica que reuniu centenas de pessoas. Em junho do ano passado, a Prefeitura também realizou o 2.º Seminário LGBT, que teve como tema “Os desafios e avanços das políticas públicas voltadas à causa LGBT”. Todos estes eventos tiveram seus conteúdos previamente divulgados pela mídia e seus materiais de comunicação traziam, inclusive, a logomarca da Prefeitura como apoiadora.

Gelacoteca

Sobre a Gelacoteca, onde supostamente foram encontrados livros com conteúdo adulto, a Prefeitura esclarece que este é um espaço aberto em que a própria comunidade pode depositar os materiais e, por isso, não foi possível identificar quem fez ou se realmente aconteceu a doação. Dessa forma, avisos serão colocados nas geladeiras, ainda nesta segunda-feira (10/9), solicitando a colaboração da comunidade para que materiais com conteúdo sexual não sejam depositados nas Gelacotecas. Caso isso aconteça, a Prefeitura está à disposição para fiscalizar e corrigir pelo (17) 3405-9700.

0 Comentários

Deixe um Comentário

1 × quatro =

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password