Prefeitura entrega emblemático Centro de Cultural

Espaço moderno abriga biblioteca, museu, sala de cinema, espaço para exposições, auditório aberto, sala de oficinas, cafeteria e Secretaria da Cultura e Turismo

O prefeito Junior Marão inaugurou nesta sexta-feira (21/10) uma das obras mais emblemáticas da gestão: o Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”, espaço moderno que contribuirá para o desenvolvimento de atividades culturais na região.

Marão agradeceu todos os parceiros da administração, como vereadores, secretários e servidores. Ele também relembrou a proposta do CIT. “Em 2008, Ferdinando Carlier era superintendente da Usina Noble e me sugeriu de investir em uma biblioteca. Deu exemplo a biblioteca da França e fomos em busca de recursos. De lá para cá, foram aos de elaboração de projeto até a entrega. O que vale é o legado que fica”, disse.

 

O chefe do Poder Executivo afirmou que a obra quer incentivar a leitura. “Será importante para o futuro da cidade, Votuporanga será muito feliz e eu não tenho dúvidas disso”, complementou.

 

Por sua vez, titular da pasta da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, destacou que o Centro de Informações Culturais e Turísticas está em um local privilegiado. “É um espaço com opções de lazer e de esporte. Um sonho visionário do prefeito Marão, que possui biblioteca, museu, sala de cinema, espaço para exposições, auditório aberto e sala de oficinas”, afirmou.

 

O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, comparou a obra com investimentos em cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Ele destacou que Votuporanga prioriza a cultura. “Poderíamos inaugurar um recinto de exposição, mas aqui o rodeio é o livro. Isso muda uma cidade, um país”, emendou.

 

O engenheiro Ferdinando Carlier falou que a unidade é um sonho pessoal. “Fiz o projeto e o prefeito concretizou. O Centro Cultural tem biblioteca integrada, outras mídias e, certamente, é a única do Estado de São Paulo. Me entusiasma ver o local trabalhando com a Unifev. Daqui sairá aluno que fará a diferença”, disse.

 

O deputado federal Antônio Bulhões foi quem destinou mais verbas para o CIT. “A gestão de Junior Marão é certificada com empreendedorismo. Marão falou deste sonho, acreditei e destinei recursos para esta obra”, contou.

 

O parlamentar Fausto Pinato afirmou que o CIT é um grande exemplo para a região. “É uma referência no tocante à cultura e à educação”, emendou. O deputado estadual Sebastião Santos também enfatizou que equipamentos como o Centro Cultural devem ser copiados.

 

Já o prefeito eleito João Dado disse que o Centro Cultural é uma obra emblemática, que se concretiza, oferecendo ápice para a gestão. “É um local que gera felicidade e, por isso, também contribui com emendas. É fabuloso, vale cada centavo utilizado”, afirmou.

 

Representando a Câmara, o vereador Jurandir Benedito disse que é um espaço do povo, fruto de investimentos do Município com Governo Federal.

 

 

O gerente regional da Caixa Econômica Federal, Gilson de Almeida, ressaltou a parceria do banco com a Prefeitura, ocasionando grande conquista para a população.

 

Egmar Marão, secretário de Finanças, Controladoria e Modernização de Votuporanga, discursou em nome do homenageado. Filho de Marão Abdo, ele destacou que a família se orgulha do CIT. “Em 1930, meus avôs chegaram em Mirassol. Eles entregaram seus filhos a parentes por não terem o que comer. A emoção é grande. Vivemos a obra a cada dia, sua magnitude que é de saltar os olhos”, disse.

 

 

Confira detalhes de cada departamento:

 

Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal ‘Castro Alves’ passará por grande transformação com a mudança para o novo espaço. Além de ser gerenciada por uma organização social de cultura, que manterá o acervo em constante atualização e acessível para consultas pela internet, a unidade proporcionará acesso à leitura para deficientes visuais.

Localizada no segundo piso com milhares de livros, audiolivros e Braille, periódicos, DVDs, jogos, brinquedos, jornais e revistas, o local conta ainda com espaço infantil. Estão disponíveis obras literárias de acordo com cada faixa etária e brinquedoteca. Também há sala de estudo, ambiente de jogos, tudo com acessibilidade.

Neste ano, a unidade foi contemplada com kit de equipamentos de tecnologia assistiva para garantir o acesso à leitura para cegos e pessoas com baixa visão. O kit é composto por computador, ampliador automático, scanner leitor de mesa, teclado ampliado, mouse estacionário, software de voz sintetizada para atuação com o software leitor de tela NVDA.

Com a contratação de uma organização social de cultura, que acontecerá por meio de processo licitatório, os livros serão catalogados dentro de uma plataforma para consultas e reservas online. Leitores também poderão indicar livros para aquisição. O objetivo é fazer com que a organização social adquira periódicos de livros, games, brinquedos de forma a permitir atividades que viabilizam interatividade com o público como contação de histórias, recebimento de escritores para roda de conversa e noite de autógrafos.

Além disso, serão colocados televisores para permitir acesso a documentários infantis e filmes em geral.

 

Museu

O Museu Municipal ‘Edward Coruripe Costa’, situado no terceiro piso, ganhou um novo layout expográfico, com iluminação específica, valorizando ainda mais a apresentação do acervo fotográfico e dos objetos que pertenceram às famílias da cidade. O espaço conta com reserva técnica onde o visitante poderá pesquisar material histórico com toda comodidade.

 

Secretaria

A mudança da Secretaria da Cultura e Turismo “Renato Caetano – Fedora Brasil” para o CIT aproxima ainda mais a pasta da classe artística e comunidade, se tornando referência para o segmento. A pasta fica no primeiro piso e conta com setor administrativo, gabinete para secretária e sala de reunião.

Salas de oficinas e exposição

Um grande espaço é reservado para salas de oficinas e exposição no primeiro piso.  Entre a sala de cinema e a Secretaria, encontram-se locais para atividades culturais e guarda-volumes. À frente, está localizado auditório externo para acomodar mais de 90 pessoas.  Ao lado, está a cafeteria, com mesas e cadeiras distribuídas no espaço.

 

Cinema Cultural

Votuporanga firmou parceria com o Museu de Imagem e do Som, garantindo exibições de filmes no auditório com capacidade para 70 pessoas. O município recebe programas de curta ou longa-metragem, acompanhados de atividade complementar, que pode ser bate-papo com o diretor do filme ou oficina audiovisual. No dia 10 de novembro, já está agendada uma oficina de documentário, das 8 às 12h, com Christian Saghaard, cineasta, fotógrafo e produtor de oficinas e mostras audiovisuais.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password