Prefeito viaja à Brasília e reclama do atraso na liberação de recursos

Em programa de rádio, Junior Marão manifesta-se “indignado” pelo fato de recursos já empenhados não serem liberados pelo Governo Federal, atrasando a conclusão de obras públicas

Indignação…Este é o sentimento que motivou o prefeito Junior Marão a viajar para Brasília, onde percorreu ministérios, buscando verbas que já foram incluídas em orçamentos e liberadas pelo Governo Federal, mas que, até hoje, não chegaram aos cofres da Prefeitura.

“É inadmissível ter de correr atrás de recursos que até já foram empenhados e não ter uma resposta de quando isso ocorrerá. Para que se tenha uma ideia, há obras cuja última liberação de recursos aconteceu no mês de maio do ano passado. Assim, fica difícil ao município cumprir seus cronogramas e obras importantes ficam prejudicadas”, manifesta-se o prefeito. Ele cita como uma das pastas mais complicadas o Ministério do Turismo, o mais atrasado na liberação destes recursos. “O Governo Federal não repassa os recursos à Caixa Econômica Federal e, com isso, estamos tocando as obras apenas com a contrapartida do município; ou seja, com recursos próprios. Só que isso é insustentável, pois a prefeitura não tem como cobrir todos os custos. Em meus sete anos de administração, nunca passamos por uma situação como esta e o Governo Federal não acena com uma solução”, conclui. Porém, o programa não é só de más notícias ou de apreensão. Junior Marão fala com otimismo a respeito da instalação de uma empresa paranaense no ramo de geração de energia a partir de resíduos das indústrias moveleiras. “Eles poderiam se instalar em outras cidades, já que nossa região é o terceiro polo moveleiro, principal fornecedor da matéria-prima que é, basicamente, pó-de-serra e aparas de madeira; no entanto, diante da nossa exposição, se interessaram muito por Votuporanga e acreditamos que isso vai se concretizar”, afirma. Junior Marão também lembrou da grande conquista recente, que foi o Centro de Distribuição da rede de lojas Romera, bem como encerra o programa de rádio falando sobre o Congresso Internacional de Educação, que acontece nesta semana no Votuporanga, um evento do Arranjo de Desenvolvimento da Educação do Noroeste do Estado de São Paulo, integrado por 48 municípios, em parceria com o MEC, do Movimento “Todos pela Educação” e do Centro de Liderança Pública-CLP, com apoio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo – IFSP, dos Polos Regionais da União do Dirigentes Municipais da Educação – UNDIME, UNIFEV e Associação dos Municípios da Araraquarense.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password