Prefeito Junior Marão sanciona a lei das sacolinhas

O prefeito Junior Marão sancionou ontem, a lei das sacolinhas de autoria do presidente da Câmara Municipal – vereador Meidão Kanso.
A lei com a sanção do prefeito será publicada hoje, na imprensa oficial do município (Jornal A Cidade) e os seus efeitos valerão após 30 dias.
Conforme o documento, a lei nº 5144 de 27 de junho de, dispõe sobre o fornecimento gratuito de embalagens ao consumidor para acondicionamento de produtos adquiridos em supermercados, hipermercados e estabelecimentos congêneres.
De acordo com a lei assinada por Junior Marão, os supermercados e demais estabelecimentos ficarão obrigados a fornecer gratuitamente aos seus consumidores, embalagens apropriadas, adequadas e compatíveis com produtos adquiridos, visando o acondicionamento e transporte de mercadorias.
No artigo  2º da lei, na hipótese das embalagens colocadas à disposição dos consumidores tratar-se de sacolas plásticas, de qualquer tipo e origem, estas deverão atender ao contido nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), bem como a legislação municipal pertinente.
No artigo 3º que tratava-se das penalidades, o prefeito vetou, pois o Legislativo votuporanguense não tem competência legal para legislar neste caso. Sendo assim, o prefeito já prepara projeto de sua autoria e enviará à Câmara Municipal.
O Executivo regulamentará esta lei no que couber, e ela entrará em vigor na data de sua publicação, gerando seus efeitos após 30 dias. Esta lei teve origem no projeto de lei nº 0098/2012, de autoria do presidente da Câmara, Meidão.
Para o presidente do Legislativo “trata-se de uma vitória da população, que terá condições de transportar os gêneros alimentícios comprados nos supermercados de forma higiênica, segura e sem constrangimentos”, destacou.
Supermercados
Segundo o diretor regional da Apas (Associação Paulista de Supermercados), Renato Gaspar Martins, a partir de hoje, os estabelecimentos irão distribuir sacolas por causa da decisão da 1ª Vara de São Paulo. “Continuaremos o trabalho de conscientização. Os consumidores que optarem por trazerem as sacolas, sentirão o benefício. Terão caixa preferencial e faremos ações promocionais.
Por exemplo, pretendo implantar a promoção de a cada quatro litros de óleo usado que o cliente traz para o supermercado, ele ganha uma ecobag”, afirmou, para o jornal A Cidade.
Renato disse ainda que irá analisar a lei sancionada, mas que a  distribuição será de sacolas de plástico. “A Apas irá instituir negociaçao mais forte com fabricante de sacos de lixo para que os clientes adquiram com preços mais baixos”, finalizou.
Colaborou: Andressa Aoki.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password