Prefeito e Secretária da Saúde reforçam necessidade de isolamento social

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (5/6), Prefeito João Dado abordou também decisão do Juiz Sérgio Barbatto Júnior em negar o pedido de liminar para a reabertura do comércio.

Na manhã desta sexta-feira (5/6), o Prefeito João Dado, a Secretária da Saúde, Márcia Reina, e o Procurador Geral do Município, Douglas Lisboa, recepcionaram a imprensa para uma coletiva com a finalidade de atualizar a situação da Covid-19 em Votuporanga.

Entre os assuntos abordados, o Prefeito falou sobre decisão do Juiz da 4ª Vara Cível do Município, Sérgio Barbatto Júnior, de negar o pedido de liminar feito pelo Sincomércio para a reabertura do comércio local. Na tarde da última quinta-feira (4/6), o Prefeito, também acompanhado da Secretária da Saúde e do Procurador Geral do Município, participou de uma reunião realizada por webconferência com o Juiz e as partes envolvidas no processo, além de representantes da Santa Casa de Votuporanga.

O Prefeito citou um trecho da decisão que reconheceu a necessidade do Decreto que prorrogou a quarentena no Município. “O Decreto Municipal foi editado em momento específico, resposta a circunstâncias imediatas jogadas sobre o Município. Antes de sua edição o Chefe do Poder Executivo reuniu-se com diversas autoridades de saúde.”
“A velocidade de propagação do vírus é enorme, e estamos em um momento não favorável, portanto, nos comprometemos com a proteção da vida da nossa população. Enquanto nossa realidade era bem distante desta que vivemos no momento, a nossa luta era para retomar à normalidade gradativamente. No entanto, a nossa realidade mudou muito rapidamente e precisamos ser responsáveis nas nossas condutas como agentes públicos. Até a data de ontem [quinta-feira], 90% da capacidade da estrutura de Saúde para a Covid na Santa Casa estava sendo utilizada”, ressaltou o Prefeito.

Novos leitos

Durante a coletiva, o Prefeito João Dado comemorou mais uma vez a confirmação feita pelo Governo do Estado de São Paulo sobre a ampliação de mais 8 leitos com respiradores para os hospitais de Votuporanga nos atendimentos de Covid-19. Destes leitos, 5 serão para a Santa Casa de Misericórdia e 3 para o Hospital Unimed, todos voltados ao atendimento regional pelo SUS. Nesta articulação o Prefeito contou com o apoio do Secretário de Desenvolvimento Regional do Governo de São Paulo, Marco Vinholi, assim como do Deputado Estadual e Líder do Governo de São Paulo na Assembleia Legislativa, Carlão Pignatari. O anúncio oficial da conquista foi feito pelo próprio Secretário Vinholi, durante entrevista à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, ainda na quinta-feira (4/6).

“Enviamos os ofícios na terça-feira para o Governo do Estado e, prontamente, atendendo ao nosso clamor, o Governador João Dória e sua equipe entenderam a necessidade urgente da qual amargamos neste momento mais crítico da epidemia. Com essa oferta, ampliaremos os leitos de UTI em 80% da capacidade atual de atendimento. Muitos desafios ainda serão superados e essa notícia nos traz um sopro de otimismo e esperança”, comemora o Prefeito João Dado.

De acordo com a Secretária da Saúde, Márcia Reina, já foram iniciadas todas as tratativas necessárias para a implantação desses 8 novos leitos com respiradores para pacientes com a Covid-19 nos hospitais de Votuporanga. “Neste momento, cinco pacientes que estavam internados na nossa estrutura de saúde tiveram de ser encaminhados para o Hospital de Base de Rio Preto. Por isso, estamos em contato permanente com a Santa Casa e Hospital Unimed empenhando agilidade máxima para as adequações necessárias no recebimento dos novos leitos”.

O Prefeito informou ainda que a transferência dos cinco pacientes para o HB foi necessária devido ao início do processo de colapso da estrutura de Saúde de Votuporanga. “Neste processo de transferência todo o rigor médico foi tomado para assegurar a integridade e a saúde dos nossos pacientes. Importante ainda destacar que essa transferência não deve ser comemorada. Nós entendemos que Votuporanga precisa atender a demanda e estamos trabalhando diuturnamente para resolver a situação o mais breve possível”.

Início do avanço no número de ocupação de leitos

Na última semana, a estrutura de Saúde do Município iniciou um processo rápido de colapso. Em apenas quatro dias, a taxa de ocupação saiu de 40% para 90%.

Em Votuporanga, conforme o último boletim epidemiológico do dia 4 de junho, o novo vírus já levou a óbito 6 pessoas e 87 casos positivos foram registrados pela Secretaria Municipal da Saúde. Dos casos confirmados, dois deles, residentes de Votuporanga, estão internados em UTI.

A Secretária da Saúde, Márcia Reina, destacou a necessidade do isolamento social neste momento. “A curva de taxa de ocupação dos nossos serviços é muito ascendente, o que comprometeu toda a estrutura que dispomos para a Covid. Sendo assim, devemos sair de casa apenas se necessário. E se for necessário, vamos usar máscaras e manter distanciamento entre as pessoas de no mínimo dois metros de distância para assegurar a redução da transmissão entre as pessoas”.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password