Prefeito destaca aumento de repasses para a área de assistência social do município

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou ontem a VIII Conferência Municipal de Assistência Social, no Centro de Convenções. O prefeito Junior Marão aproveitou a oportunidade para destacar o aumento dos repasses para as entidades.

“Em 2009, entregamos R$ 360 mil por ano para as instituições. Neste ano, o valor chegou a R$ 1,1 milhão. Votuporanga é uma das cidades que mais destina verbas a entidades, respeitando o Conselho Municipal de Assistência Social, que avalia como é feito o repasse”, disse.

Marão também falou da mudança de visão com relação aos serviços oferecidos pela Assistência Social. “Há 15 anos, era vista como assistencialismo. A população queria ser atendida de forma individual. Modificamos a Assistência em gestão plena, quando o município tem autonomia para administrar”, explicou.

Já a secretária de Assistência Social, Marli Pignatari, apontou a rede de serviços à população como Cras (Centro de Referência de Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CCI (Centro de Convivência do Idoso) e CDI (Centro Dia do Idoso). “A porta de entrada aos serviços é o Cras, que encaminha o cidadão para o local mais indicado”, disse.

O ex-secretário de Assistência Social e titular de Finanças, Controladoria e Modernização, Egmar Marão, acompanhou a cerimônia de abertura da conferência e comentou sua atuação na área a frente da extinta Secretaria de Desenvolvimento Humano. Para ele, atender a quem precisa é fundamental.

O vereador Osmair Ferrari também foi secretário de Assistência Social. Ele reformou os avanços alcançados pela área depois da criação do Cras. A Administração Municipal irá construir uma nova unidade na região noroeste da cidade.

Ainda na cerimônia de abertura esteve o secretário de Direitos Humanos, Emerson Pereira, que parabenizou o trabalho da equipe de Assistência Social no município.

A Conferência serviu para uma avaliação da política da assistência social e a definição de diretrizes para o Sistema Único da Assistência Social (Suas) nos próximos 10 anos – Plano Decenal 2016-2026. A população ajudou na elaboração do documento, por meio de discussões.

Foram debatidos os eixos: enfrentamento das situações de desproteções sociais e a cobertura dos serviços, programas, projetos, benefícios e transferência de renda nos territórios; pacto federativo e a consolidação do SUAS e fortalecimento da participação e do controle social para a gestão democrática.

Crédito da matéria: Isabela Jardinetti – Jornal A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password