Prefeito decreta Situação de Emergência em Votuporanga

Dados do Inmet apontam que durante todo o mês de janeiro choveu 229 milímetros em Votuporanga; na quarta-feira, somente em meia hora, o índice passou de 100 milímetros

 

O prefeito de Votuporanga, Junior Marão, decretou Situação de Emergência no município devido ao forte temporal que abateu a cidade por volta das 14h30 da última quarta-feira (20/2). No documento constam como locais mais danificados os bairros São Cosme, Vila América, Cidade Nova e Jardim Marin. A forte chuva acompanhada de rajadas de vento e granizo causou erosões, alagamentos, enxurradas e chegou a arrastar veículos e destelhar casas, porém, felizmente ninguém se feriu restando apenas danos materiais.

 

O secretário de Obras e Serviços Urbanos, Waldir Petenucci, explicou que grande parte dos estragos se deve também a concentração de um volume de chuva muito alto em curto espaço de tempo em locais específicos. Segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) durante todo o mês de janeiro choveu 229 milímetros em Votuporanga, sendo que ontem em apenas meia hora o índice passou de 100 milímetros. “Foi um volume de chuva totalmente atípico que independente do sistema de drenagem que temos na cidade os estragos aconteceriam”.

 

A Defesa Civil do município registrou diversas ocorrências e precisou interditar duas casas, porém, as famílias receberam todo auxílio necessário. Durante todo o dia desta quinta-feira equipes das Secretarias de Obras, Serviços Urbanos, da Cidade e da Saev Ambiental estão em diversos pontos atingidos para reparar os danos. “A intenção é que até amanhã [sexta-feira], no mais tardar no início da semana que vem, a cidade já esteja toda limpa e com as ruas reparadas e liberadas para tráfego normalmente”, informou Petenucci.

 

Com relação às obras de drenagem que já foram feitas, como nas ruas Pe. Izidoro Paranhos e Ceará, o secretário explica que são ações importantes, porém que ainda precisam ser complementadas. “As galerias de Votuporanga, num geral, existem a mais de 50 anos e não suportam, às vezes, o volume de chuvas de hoje. A Prefeitura está trocando essas galerias, em etapas”, explicou.

 

A Prefeitura já fez investimentos nas ruas Pe. Izidoro Paranhos e Aureliano e no final da avenida José Silva Melo, no cruzamento com a avenida Fortunato Targino Granja. Além disso, trocou as galerias da rua Ceará e da avenida Antônio Augusto Paes. “Porém essas obras precisam ser complementadas para que o problema de inundações seja resolvido definitivamente”, afirmou.

 

“Por esse motivo, o prefeito Junior Marão busca recursos junto ao Governo Federal há vários anos, para que possam ser trocadas as galerias da avenida José Silva Melo e da rua Paraíba, entre outras ruas, e assim resolver o problema em definitivo”, explica.

 

Petenucci afirmou ainda que nenhuma outra administração investiu tanto em galerias como esta. “Não é uma ação visível aos olhos da população, então, poucos prefeitos encaram este desafio como o nosso está encarando”. Assim que cessar o período de chuvas o secretário explicou que a Prefeitura dará início ao restante das ações para concluir o projeto em sua totalidade.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password