Prefeito da região é flagrado trocando cargos por votos

O GLOBO c/ Yahoo Noticias

O compacto de um vídeo que corre de mão em mão entre os habitantes de Cedral (SP) mostra o prefeito, José Luiz Pedrão (PMDB), e o presidente da Câmara, José Adriano Oliani, prometendo criar e fraudar concursos para empregar a esposa e o candidato a vereador Milton Rodrigo da Costa.

Como condição, Milton deveria desistir de concorrer na chapa da adversária Marisa Alves Peres (PSD) e a apoiar a sua reeleição. Na primeira gravação, Oliani explica a Milton e Andréia Costa, sua esposa, que, no comando da Câmara, não teria dificuldade de aprovar a criação das vagas e “passar” a mulher no concurso. Em outro, Pedrão confirma o acordo e diz que só precisa que o candidato arrume “uns votinhos”.
Os vídeos, gravados dias 5 e 8 de julho, fazem parte do inquérito Civil 7979/2012 do Ministério Público Federal de São Paulo, aberto após representação do PSD local.

O ex-prefeito Alexandre Peres, marido e vice na chapa de Marisa Peres, acusou o prefeito e o presidente da Câmara de criar concursos para cumprir acordos políticos.
Ele disse que, nos últimos meses, Pedrão conseguiu virar seis candidatos a vereador do PSD com a mesma promessa. Quando procurou Milton, este resolveu gravar o vídeo.
Na primeira conversa, na casa de Milton, Oliani diz que já acertou tudo com o prefeito Pedrão e que vai “criar uma vaga”, num concurso para a Unidade Básica de Saúde, para colocar Andréa Costa.
– Assim que sair o concurso, a gente consegue encaixar você também no concurso, como concursada – diz o presidente da Câmara, dirigindo-se a Andréa. — Conversei com o Pedrão a respeito de fazer isso agora, mas não é logo, porque, se for para efetivar você agora, não podemos te passar no concurso público… (por causa das restrições da legislação eleitoral). Se vocês aceitarem isso aqui, vocês tem que defender o Pedrão e ajudar nós.
Milton pergunta como ficaria sua situação se desistisse da candidatura:
– Como eu ficaria?
– Você vai desfiliar lá (do PSD)… Para prestar serviço (para a prefeitura) é fácil, a gente põe na empresa (terceirizada)… Tá sossegado. Se você aceitar ficar do nosso lado e trabalhar com a gente, tá feito – diz Oliani. Na segunda gravação, três dias depois, na casa de Milton, o prefeito confirma o acordo proposto por Oliani:
– A única coisa que peço, uns votinhos para nós e pros vereadores para ajudar. Porque aí é o seguinte: se você ajudar, tenho mais força para depois poder acertar mais alguma coisa: fulano deu apoio para nós, eu preciso arrumar alguma coisa.
Procurado pela reportagem, Pedrão confirmou a conversa com Milton, mas disse que o cargo prometido já existia, só faltava criar a vaga.
– O presidente da Câmara me chamou para fazer uma visita domingo e eu não podia recusar o convite. Depois vi que foi uma coisa armada pelo ex-prefeito Alexandre Peres. Não tem dinheiro envolvido na conversa – disse o prefeito.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password