Prefeito busca qualidade nos serviços de transporte

Andressa Aoki

andressa@acidadevotuporanga.com.br

O prefeito de Votuporanga, Junior Marão, comemorou a venda da Unitrans para a Expresso Itamarati. Marão disse que o interesse da Prefeitura é que se faça transporte público com uma empresa que cumpra todos os requisitos e que ofereça serviços de qualidade a toda cidade. “Foi correta a venda. Houve uma mudança muito grande no transporte coletivo. Se não for mantido por um grupo muito forte, com estruturação para melhorias permanentes, dificilmente a empresa consegue manter a velocidade dos investimentos que a população espera que faça. Não tendo este poder, aumentou número de reclamações em relação a frota e a pontualidade”, ressaltou.
O chefe do Executivo enfatizou que o interesse principal do município é a qualidade dos serviços. “Votuporanga possui uma das passagens mais baratas do Brasil. O bilhete custava R$2 desde fevereiro de 2009. Há 4 anos e meio que o valor não sobe. Há dois anos, com o subsídio da Prefeitura, foi para R$1 (Transporte Cidadão). Isso tem que ser revisto”, disse.
Marão complementou que Votuporanga tem um fato agravante que outras cidades não possuem. “As pessoas acima de 65 anos não pagam a passagem em todos os municípios, aqui é 60 anos. São cinco anos de diferença que as pessoas pagariam pelo serviço. Este procedimento será revisto, mas com certeza, Votuporanga vai ter passagens mais baratas do Brasil”, enfatizou.
Sobre subsídio que a Prefeitura oferece pelo Transporte Cidadão, Junior Marão contou que o município tem um orçamento. “A expectativa é que invista em torno de R$800 mil para subsídio de passagens. Se for ficando muito alto valor, vai inviabilizando a parceria. Votuporanga é uma das pouquíssimas cidades que faz subsídio. É uma ação que deve ser feita. Estamos privilegiando as pessoas que mais precisam”, destacou.
Ele elogiou a família Botura, que sempre teve firma de transporte coletivo na cidade. “Batalharam bastante. Nós já vínhamos conversando com Oscar Botura (então dono da empresa de transporte coletivo). Apesar de todas dificuldades, com muita luta, ele estava administrando os negócios. Mas estamos em outro momento, os usuários do serviço esperam e estamos cobrando a qualidade de serviços, através de uma nova empresa. Itamarati é do grupo Constantini, é dona da empresa aérea Gol e mais de 35 cidades têm transporte urbano. É um grupo empresarial muito forte, tenho relação muito forte com Henrique Constantini, presidente. Estive em São Paulo para mostrar a importância da cidade, desde o momento em que Oscar mostrou o desejo de vender a Unitrans. O motivo era que Votuporanga tenha um transporte coletivo com investimentos e que possa ser colocado como referência”, frisou.
Marão ressaltou que o contrato (firmado com a Unitrans) valerá para a Itamarati. “A vigência é até dezembro de 2016. A Prefeitura irá anuir essa aquisição para que possa a partir deste momento, as coisas caminharem de forma tranquila até o final do contrato, de quase três anos e meio”, disse.

Sede regional
Junior Marão afirmou que a Expresso Itamarati será sede regional do transporte. “Votuporanga será sede, até porque com serviço de transporte urbano, a empresa já está procurando área para se instalar e gerar empregos”, ressaltou.
Contudo, ele frisou que ônibus intermunicipais não são de responsabilidade da Prefeitura. “É  da Artesp (Agência do Transporte do Estado de São Paulo) que define linhas. O que podemos fazer é gestão junto ao Estado, com o seu superintendente Paulo Vargas. Vargas é votuporanguense”, complementou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password