Prefeita eleita deve realizar cortes de funcionários que ganham mais de R$ 10 mil

EthosOnline

A equipe de transição da prefeita eleita de Fernandópolis Ana Bim (PSD) se debate agora com os salários de servidores que foram lotados em vários setores da administração.
Em uma análise a equipe detectou vencimentos entre R$ 8 mil e até R$ 10 mil. Agora, é verificar quantos servidores estão lotados com esses salários.
Os gastos com o folha chega a 54%, e está próximo ao limite exigido por lei.
A futura prefeita terá de demitir para equalizar a infraestrutura administrativa, caso queira sobreviver politicamente e também otimizar a administração pública De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), prefeituras podem comprometer até 54% do orçamento com o pagamento de pessoal.
Entre os cargos de maiores salários estão funcionários da Saúde que deverão ser cortados, além de cargos de comissão
Acima disso, o administrador pode ser penalizado pela legislação

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password