Polícias vão combater bêbados e velozes

Cerco aos motoristas infratores deverão ter o dobro de comandos nas estradas estaduais da região e na BR-153; entre hoje e o dia 4 de janeiro são esperados 682 mil veículos nas estradas da região

A fiscalização nas rodovias federais e estaduais que cortam a região de Rio Preto com foco nas infrações por abuso de velocidade e embriaguez ao volante vai se intensificar a partir de hoje, véspera de Natal, até as 23h59 do dia 4, no regresso das festas de Ano Novo. A Polícia Rodoviária Federal informou que os comandos que param motoristas aleatoriamente na BR-153 vão passar de três a seis por dia.

A Polícia Rodoviária Estadual afirma que não terá equipes paradas em pontos específicos, mas que fará patrulhamentos ostensivos ao longo das rodovias Washington Luís, Assis Chateaubriand, Euclides da Cunha e Feliciano Salles Cunha. Entre hoje e o dia 4 são esperados 682 mil veículos nas estradas da região, o que representa um crescimento de 38% em relação à soma do período em dias normais.Na BR, a estimativa é de que 193 mil veículos trafeguem pela região no Natal e outros 158 mil no Réveillon. Nas rodovias estaduais, o cálculo é de 331 mil veículos nos dois feriados.

Quem for pego dirigindo sob efeito de álcool é multado e encaminhado à delegacia, onde pode ser preso. Até fevereiro do ano passado, se o bafômetro registrasse até 0,13 miligramas de álcool por litro de ar expelido o motorista era liberado. Mas desde então Lei a Seca se tornou mais rígida e reduziu o teor para 0,05 miligrama – equivalente a menos de um copo de cerveja. Quem atingir ou passar dessa marca leva multa de R$ 1.915,40 e perde o direito de dirigir por um ano. A partir de 0,34 miligrama, além dessas punições, o motorista responde a processo criminal.

Mesmo depois da festas de final de ano, as polícias rodoviárias estadual e federal continuam com a Operação Férias, que neste ano foi antecipada e está em vigor desde o dia 12. “O que vamos fazer é intensificar a fiscalização ainda mais nos dias próximos às festividades, que são os de maior fluxo, mas o policiamento está diuturnamente ostensivo ao longo dos 136 quilômetros da BR por causa das férias”, diz inspetor Flávio Antonio Catarucci. A fiscalização de velocidade conta com a utilização de radares fotográficos portáteis. “Ao longo do ano fazemos o mapeamento dos locais em que há um maior número de acidentes, os horários em que ocorrem e o tipo de manobra que os provoca. Com base nesses dados são feitas as fiscalizações”, explica o inspetor.

Melhor horário para viajar

Os melhores horários para viajar, segundo a polícia, são até as 10h e depois das 20h. A maior demanda de tráfego está prevista para hoje, entre 8h e 19h, no domingo, entre 14h e 20h. Na terça e quarta-feira da semana que vem, o horário de maior movimento é entre 8h e 19h e, no domingo, dia 4, entre 14h e 22h.

Veja os cuidados ao viajar

Revisão no veículo antes de pegar a estrada, respeito à sinalização, sobretudo à de velocidade e a que define os locais de ultrapassagem, além de manter uma distância segura do veículo que vai à frente. Essas são as principais orientação dos policais rodoviários para uma viagem segura, sem acidentes.

No trecho de Rio Preto, a colisão traseira é o tipo de acidente mais comum nas rodovias, daí a importância de não se aproximar demais do veículo que segue à frente, segundo o inspetor Flávio Antonio Catarucci, da Polícia Rodoviária Federal. “Também precisa ter cautela na ultrapassagem, principalmente em pista simples. E o básico: se beber não dirija”, diz.

O transporte das crianças deve ser feito no banco de trás com os equipamentos de proteção adequados (cadeirinhas e assentos com os cintos de segurança afivelados). Em caso de transporte de animais de estimação, usar as caixas adequadas. Em dias de chuva e períodos de neblina, os veículos devem circular com os faróis acessos. Tatiana Pires/DiárioWeb. Foto: Sérgio Isso

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password