Policiais da Dise prendem traficante no bairro Matarazzo

Foi apreendida certa quantia de dinheiro, além de um grande invólucro de maconha que renderia 22 porções; uma pedra grande de crack que renderia 247 porções; três invólucros grandes de cocaína que renderiam 99 porções; mais dois invólucros de maconha que renderiam 25 porções, além de 12 microtubos vazios

Depois de denúncias anônimas, policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) se deslocaram ao bairro Matarazzo por volta das 10h30, próximos à esquina entre as ruas Joaquim Franco Garcia e Antonio Rodrigues Craveiro Junior, porque as informações indicavam que um indivíduo trajando bermuda e camiseta de cor laranja estava estrategicamente na via pública comercializando entorpecentes.

Uma das equipes identificou e presenciou o momento em que ele foi até uma residência localizada na esquina, de onde apanhou um invólucro grande de maconha que estava camuflado sobre o muro de uma edificação desabitada, retirando uma porção solta e fez a entrega a um viciado, que fugiu tomando rumo ignorado. Assim sendo,  para evitar serem reconhecidos pelo grande número de viciados e demais moradores que circulavam pelas cercanias daquela rua, os policiais abordaram W.S.C., de 23 anos de idade, conhecido por “Willian”.

Foi encontrado em seu bolso, diversas cédulas de dinheiro de valores pequenos, adquirida com a venda de drogas. No muro, os policiais encontraram um grande invólucro de maconha, embalado em plástico transparente e aberto, com sinais de já ter sido fragmentado e que renderia 22 porções para venda. Em  buscas realizadas no interior de sua casa, que fica encravada na favela, próxima de onde ele estava estrategicamente sentado para comercializar drogas, foram encontrados sob o colchão da cama, uma pedra grande de crack, que renderia cerca de 247 porções para a venda, três invólucros grandes de cocaína, que renderiam cerca de 99 porções para a venda, dois invólucros de maconha que renderiam 25 porções, além de 12 microtubos de plástico, todos vazios, que ainda seriam acondicionados com cocaína para a venda aos viciados.

Questionado, Willian admitiu o tráfico de drogas e que todas aquelas drogas lhe pertenciam e seriam destinadas a venda a viciados. Foi dada voz de prisão ao autuado, apresentando-o na Dise, onde foi autuado em flagrante delito pelo Delegado Titular Dr. Antonio Marques do Nascimento, por infração ao artigo 33  da Lei 11343/06 – Tráfico de Drogas. “Willian” foi encaminhado à Cadeia de Guarani D’Oeste ficando à disposição da Justiça.

/votunews

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password