Policiais Militares à paisana são mortos a tiros em favela

Dois PMs foram mortos a tiros às 23h30 na favela de Heliópolis (zona sul). Neste ano já foram mortos 90 PMs no Estado.
Além dos dois policiais, seis pessoas foram mortas na capital e na Grande SP, no oitavo dia seguido de violência.
Quatro delas teriam morrido em confrontos com PMs.
Desde o último dia 24, 87 pessoas –incluindo 4 PMs– foram assassinadas na capital e Grande SP.
Isso equivale a 10,8 mortes por dia, média superior às seis mortes diárias registradas de janeiro a 30 de setembro deste ano.
O cabo Hailton Borges dos Santos Evangelista, 33 anos, e o soldado Antonio Paulo da Rocha, 35, ambos do 46º Batalhão, estavam de folga e à paisana ao serem baleados.
Eles apresentavam ferimentos na cabeça e foram socorridos no Hospital de Heliópolis, mas não resistiram. Até ontem à noite, ninguém havia sido preso.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password