Polícia Militar desbanca “farra da maconha” no Matarazzo

Parar em frente à uma construção, dar dinheiro aos “vendedores” e sair com uma porção de droga. Era assim que funcionava um ponto de venda de entorpecentes na avenida Conde Francisco Matarazzo.

Duas pessoas, sendo uma delas menor de idade, passavam o dia sentados em frente à uma obra fornecendo a drogas à usuário. O esquema foi desbancado na tarde da última sexta-feira (12), em uma ação da Força Tática da Polícia Militar.

A ação policial aconteceu por volta das 17h30. A equipe de Força Tática (José, Guilherme, Rodrigo e Salustiano) efetuavam patrulhamento pela região, após receber informações, por meio de uma denúncia anônima, que indicava que dois indivíduos vendiam drogas em frente à uma construção.
O local é próximo à uma escola, onde dias atrás, a PM localizou grande quantidade de cocaína escondida no telhado. Quando a viatura passou pela avenida, os policiais avistaram e abordaram os suspeitos. Um deles foi identificado como C.A.O., de 42 anos, conhecido por “Nê”, e um adolescente. Ao  serem submetidos à busca pessoas, foi localizado com eles três invólucros de maconha, as quais disseram que era para uso particular.
Porém, os policiais também receberam como in formação o modo de agir dos traficantes. Eles ficam com porções pequenas em mãos, para que no caso de abordagem, alegar que são usuários. Assim como quase sempre há um menor de idade envolvido na ação, para tentar “limpar a barra” do adulto, assumindo a culpa, em  caso de flagrante. A PM averiguou a informação de que a maior quantidade da droga ficava escondida nas proximidades.
Após buscas pela obra, localizaram, sob uma tábua, 101 invólucros de maconha, prontos apara a venda, assim como 11 “eppendorfs” (pinos) com cocaína. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a Nê, e realizada a apreensão do adolescente, que já cumpriu pena por ato infracional de tráfico de drogas na Fundação Casa. O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e os dois suspeitos estão à disposição da Justiça.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password