Polícia e Ministério Público incineram meia tonelada de maconha

Uma equipe da Polícia Civil, incluindo Instituto de Criminalística, incinerou na última sexta-feira, dia 9 de setembro, 531 quilos de maconha em um forno particular de uma empresa do Distrito Industrial 2.

O delegado assistente da seccional, José Pereira dos Santos, responsável pela operação, disse que a polícia ainda investiga a origem e o possível destino que a droga teria. Além de buscar informações que levem ao proprietário da pick-up onde a droga foi apreendida. Ainda não há pistas,mas a investigação está em andamento.

“Tendo em vista a quantidade Não temos locais adequados para armazenamento de tanta quantidade por siso foi solicitado o caráter de urgência para incineração”.

O procedimento foi acompanhado pelo promotor de justiça Anderson Scandelai. Ele disse que a incineração foi realizada em curto espaço (exatamente uma semana depois da apreensão) por medida de segurança. “A gente correu um pouco contra o tempo para tentar incinerar o mias rápido possível por questão de segurança e tirando isso de circulação. Não temos um local adequado para manter esse entorpecente em Jales por muito tempo”.

Para ele, aparentemente houve uma mudança na rota usada pelos traficantes. Antes, a rota incluía a região de Araçatuba, mas, possivelmente, devido ao combate feito pela polícia de lá, os traficantes podem ter mudado de região.

Desde a data da apreensão, a polícia se preocupou com a segurança do material. A grande quantidade, avaliada pelo delegado Sebastião Biazi em mais de R$ 400 mil, poderia chamar atenção de outros traficantes ou até do mesmo grupo que a transportava. Ambos poderiam tentar resgatá-la. O trecho da avenida João Amadeu em frente à Central de Polícia Judiciária chegou a ser interditado para apresentação do entorpecente.

APREENSÃO

A apreensão aconteceu no meio da tarde de sexta-feira, dia 3, durante patrulhamento da Policia Rodoviária na rodovia Dr.Euphly Jalles (SP-563), próximo a Jales.

Os policiais deram ordem de parada a uma pick-up Volkswagen Amarok preta, com placas de Uberlândia/MG mas o motorista desobedeceu e acelerou o veículo, iniciando uma fuga. Com o apoio da Polícia Militar ostensiva, os policiais iniciaram uma perseguição, que acabou encontrando a Amarok abandonada no meio de um seringal localizado num sitio às margens da rodovia e próximo ao antigo Frigorífico Itarumã.

O motorista não foi encontrado, mas dentro do veículo foi encontrada entre uma grande quantidade de maconha, que apurou-se ser 531 quilos. A droga estava espalhada na carroceria e atrás do banco traseiro. Tanto caminhonete quanto a droga foi apresentada na Central de Polícia.

Jales Notícia

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password