Polícia Civil reconstituí assassinato de homem no Pinheiros

A delegada Edna Rita de Oliveira Freitas comandou na manhã de ontem a reconstituição do assassinato do pedreiro Leandro Custódio dos Santos, de 35 anos de idade, morto com golpe de faca e facão pelo atual namorado da ex-mulher dele, Thiago Maranho Fernandes. O crime aconteceu no dia 19 de maio na rua Germano Robach, no Jardim dos Pinheiros, em Votuporanga.

O trabalho de ontem teve início por volta das 9h15 e foi uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Científica, com apoio da Polícia Militar, e o resultado da reconstituição deve ser incluído ao inquérito policial sobre o caso que será entrega à Justiça. Todo procedimento aconteceu sem a presença do acusado, que negou-se a participar.

Desta forma, pedreiros que estavam em uma construção vizinhas foram voluntários para simular as ações de vítima e assassino na reconstituição. Foi encenado o desenrolar dos fatos de acordo com as versões de testemunhas presentes no local. Thaigo segue preso desde que se apresentou à polícia, um dia após o crime

Homicídio

Leandro foi morto com vários golpes de faca e facão quando foi à casa da ex, descumprindo uma medida protetiva que o impedia de se aproximar dela. Houve discussão e ameaças e Thiago avançou sobre Leandro, causando-lhe ferimentos que o levaram à morte

Legítima defesa

Em depoimento à polícia, Thiago Maranho Fernandes assumiu ser o autor do assassinato e alegou que cometeu o crime em legítima defesa. Em todo momento, ele alegou que desferiu golpes de faca e facão contra Leandro porque temia pela vida dele e da namorada, Gisele Rodrigues dos Santos, ex-esposa da vítima. Jociano Garofolo/A Cidade

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password