Polícia Civil do Estado de São Paulo forma 164 escrivães

ESTADO DE SÃO PAULO – A Polícia Civil formou nesta segunda-feira (24) 164 escrivães, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes. O concurso que selecionou os novos policiais civis –93 homens e 71 mulheres – teve 11.714 candidatos inscritos. A Capital receberá 86 formandos e os outros 78 serão distribuídos pelo interior.

“São 164 escrivães que integrarão uma das mais admiradas e respeitadas instituições do estado, a Polícia Civil”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Estes novos escrivães vão reforçar o efetivo da Polícia Civil responsável pelos inquéritos policiais e para lavrar boletins de ocorrência, autos, termos, mandados e ordens de serviço.
“Este é o governo que mais investe em segurança e está preocupado com o fortalecimento das polícias.

De 2011 até agora, tivemos a contratação de mais de 16 mil policiais e mais de três mil estão nas academias da Polícia Civil e Militar passando por formação”, disse o secretário-adjunto da Segurança Pública, Antonio Carlos Da Ponte.

O curso de formação tem 24 disciplinas, dentre elas direitos humanos, polícia comunitária e armamento e tiro. A preparação tem duração de pouco mais de três meses, totalizando 572 horas/aula. Após o fim do curso, há 15 dias de estágio supervisionado, onde atuam diretamente nas unidades policiais.

Reforço policial
Desde 2011, o Governo do Estado de São Paulo contratou 16.419 novos policiais, com 13.409 militares, 2.590 civis e 420 técnico-científicos, além de 599 oficiais administrativos destinados à Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC).
Além disso, as polícias aguardam a contratação de 3.092 policiais militares e civis que estão em formação.

Concursos
Estão abertos concursos para o preenchimento de 9.517 vagas para carreiras policiais no Estado de São Paulo. Só para a Polícia Civil, estão disponíveis 2.301 vagas, com 129 para delegados, 1.384 para investigadores e 788 para escrivães.

Além dos concursos em andamento, há ainda 5.000 vagas para cargos de oficiais administrativos da Polícia Militar, que não é uma carreira policial. A PM vai contratar ainda mais 6.220 homens e mulheres, com seis mil soldados e 220 alunos oficiais.

A Polícia Técnico-Científica tem concursos abertos para 996 novos agentes, com 89 atendentes de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais e 145 auxiliares de necropsia.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password