Polícia autua homem que matou cachorro a pauladas

A Polícia Ambiental de Votuporanga, autuou em R$ 1.500,00 o autônomo P.S.M, 47 anos, morador do bairro das Palmeiras II, Votuporanga, por ter cometido atos de maus tratos contra animal, um cachorro da raça boxer, no último dia 01 de novembro de 2013.

 

O animal foi levado para uma clínica veterinária de Votuporanga, com  lesões de pele, ferida nas patas, edema cerebral, sangramento da boca e nariz e dispneia (dificuldade respiratória)

 

O seu tratamento foi feito a base de soroterapia, analgésicos, antiflamatórios e diuréticos, porém não respondeu ao tratamento, sendo então necessário o procedimento da eutanásia, a fim de poupar o sofrimento do animal.

“Cabe esclarecer que o crime de maus tratos, abuso, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, tem como pena a detenção de três meses a um ano, além de multa, havendo aumento da pena se resultar em morte do animal, que é o caso em tela, conforme Artigo 32 da Lei Federal 9.605/98”, explicou o 1º Sgt PM Encarregado da Base Operacional de Policia Ambiental de Votuporanga, Josué Bertoldo Garcia.

O caso

A agressão foi na sexta-feira (1º) e o animal foi encontrado com lesões na pele, ferida nas patas, edema cerebral, sangramento da boca e nariz.

 

De acordo com Leonardo Brigagão, presidente da associação de animais que cuidou do caso, o flagrante foi feito por um motociclista que passava pelo local e acionou a polícia. “Os policiais me ligaram para acompanhar o caso e quando chegamos lá o animal estava todo ensanguentado, machucado. Eu mesmo registrei o boletim de ocorrência contra a pessoa”, afirma.

 

Brigagão disse que pediu um carro do Centro de Zoonoses para levar o animal para a clínica veterinária da cidade, mas por causa dos vários ferimentos e do edema cerebral, a situação do cão foi piorando e o médico achou melhor sacrificá-lo.  “Em Votuporanga, infelizmente, existem vários casos de maus-tratos a animais. Na associação que sou presidente chegamos a registrar de 30 a 50 casos por mês. É preciso um trabalho de conscientização com a população”, diz.

 

Segundo a polícia, o homem disse que agrediu o cão porque ele ameaçou atacá-lo. Ele agora irá responder por maus-tratos a animais. Brigagão disse que o cão não era do suspeito e que tinha sido perdido pelo dono que mora no bairro.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password