Polícia Ambiental prende homem com acessórios e munição irregulares

Durante o serviço de policiamento ambiental foi desencadeada a *“OPERAÇÃO ABATE”*, onde foi dado cumprimento a Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela Justiça Estadual da Comarca de Votuporanga, do qual foram registradas ocorrências ambientais em dois locais diferentes das seguintes naturezas:

– Posse irregular de Munições/Acessórios de uso restrito:* Foi vistoriado pelo perímetro urbano de Votuporanga, em um estabelecimento comercial sob responsabilidade do averiguado e seu genitor. Ato contínuo demos ciência do teor do mandado, sendo realizada minuciosa vistoria pelas dependências, sendo encontradas algumas armas de fogo, todas regulares (CR, Guia de Tráfego e CRAF) em nome dos envolvidos.

Entretanto, havia acessórios e munições irregulares, conforme seguem: 02 silenciadores; 01 cano de revólver calibre 38 ; 01 calibrador para cartucho calibre 36; 405 espoletas; 273 munições/cartuchos de diversos calibres 38, 32, 380, 7.62, 44, 40, 308, 7, 25 e 20.

Diante das constatações foi dada voz de prisão ao averiguado, bem como os materiais apreendidos à Central de Flagrantes do município, onde a autoridade de plantão ratificou a voz de prisão, com base nos artigos 12 e 16 da Lei Federal nº. 10.826, de 2003, sendo encaminhado ao CDP de Paulo de Faria, onde permaneceu à disposição da justiça.

– Deixar de apresentar estoque de pescado/ter em cativeiro: Em uma propriedade rural, foi encontrado em um freezer 30,82 kg de pescado nativo, infringindo ao artigo 35 da Res. SIMA nº 005/2021 “Por deixar de apresentar declaração de estoque”. Houve apreensão do pescado e por estes ainda reunirem condições sanitárias de consumo, foram doados ao Associação Beneficente Irmão Mariano Dias do município de Votuporanga.

Ainda no mesmo local foram localizados 08 (oito) Jabotis-pirangas em cativeiro, em um quintal cercado, infringindo o artigo 25, § 3º da Res. SIMA nº 005/2021 “Por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre sem autorização do Órgão Ambiental Competente”.

Foi realizada a devida apreensão de todos os Jabotis e após avaliação de um veterinário habilitado, estes foram aptos para soltura nas proximidades do córrego do Barreiro, em Votuporanga.

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password