Polícia Ambiental prende 4 por porte ilegal de arma

A Polícia Ambiental realizou ontem a “Operação Ório n”em Jales, Palmeira D’Oeste, Marinópolis, Pontalinda, Aspásia e São Francisco.

Foram fiscalizadas 12 propriedades nas zonas rural e urbana. Os policiais apreenderam 19 armas de fogo com cartuchos e uma máquina para recarregálos com pólvora, chumbo, além de carne de animais silvestres e um papagaio.

Os ambientais encaminharam os infratores às delegacias de polícia dos municípios. Ao todo, quatro pessoas foram presas por posse ilegal de arma de fogo, sendo liberados após pagamento de fiança.

De acordo com o major Roger Marcos Pimentel, as denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo 0800-113560. A Polícia Ambiental da região de Votuporanga reforçou desde o início do mês a fiscalização no combate à pesca no período de piracema – a temporada de reprodução dos peixes -, na bacia hidrográfica do rio Paraná. A temporada vai até o dia 28 de fevereiro.

Os locais adequados para a desova são as cabeceiras de rios, onde os ovos estão mais protegidos de predadores, e é para esses locais que os peixes de piracema migram. As principais ocorrências neste período são a pesca de peixes nativos, a utilização de equipamentos não permitidos e a pesca em locais proibidos. Segundo a Polícia Ambiental, o valor da multa varia de R$ 700 (acréscimo deR$ 20 por quilo de peixe capturado) até R$ 50 mil. Diário da Região Votuporanga

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password