Polícia Ambiental apura morte de peixes em represa

Uma denúncia de moradores fez a Polícia Ambiental de Votuporanga apurar a mortandade de peixes em uma represa municipal localizada na rua Pascoalino Pedrazzoli.

A área de preservação ambiental fica às margens da lagoa do Assary Clube de Campo e, segundo pescadores e moradores próximos, alguns peixes apareceram mortos na manhã desta quarta-feira. Policiais ambientais estiveram no local e acionaram os agentes da CETESB que também acompanharam a perícia feita na represa.

Conforme informações colhidas pela reportagem do votunews, os peixes mortos são das espécies Porquinho e algumas Tilápias, que segundo consta, são mais vulneráveis e apareceram boiando às margens da represa, alguns deles, inclusive no lago do clube associativo, ao lado da rua Pascoalino Pedrazzoli.

Segundo o sargento Josué Bertoldo, a quantidade de peixes mortos é considerada pequena, mas mesmo assim, a Polícia Ambiental vai apurar as causas da mortandade. Os agentes da CETESB recolheram amostras da água para análise e outras informações para apontar as causas da morte. Na primeira análise feita por um aparelho especializado no local não foi possível apontar as causas.

O sargento explicou que o nível de oxigenação na represa está em uma escala considerada boa pela CETESB. A medição varia até 5% de oxigenação considerada boa e na represa os agentes constataram um nível de 3,5%. “Tanto essa represa, quanto o lago do clube estão em nível de oxigenação próximos de boa, mas vamos apurar as causas dessas mortes”, enfatizou o sargento da Polícia Ambiental.

Pescadores disseram à reportagem que essa é a primeira vez que há a mortandade de peixes na represa e ainda que o local é propício e agradável para pescaria. A represa é bastante frequentada por pescadores e até banhistas, principalmente nos finais de semana.

votunews

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password