Políca apreende filhotes de aves silvestres em cativeiro

A Polícia Militar Ambiental de Votuporanga, através dos policias militares ambientais Cabo PM Laércio, Cabo PM Vinicius e  Soldado PM Fabrício, na tarde do dia 12 de novembro de 2012, apreenderam 04 (quatro) aves silvestres mantidas irregularmente em cativeiro, sendo 02 (dois) filhotes de Arara Canindé (espécime ameaçada de extinção), 01 (um) filhote de Papagaio-verdadeiro e 01 (um) Papagaio-verdadeiro já adulto, na cidade de Votuporanga-SP. As aves estavam na residência de uma aposentada.

Por se tratar de crime ambiental, conforme  Artigo 29, parágrafo 1º, inciso III, da Lei Federal 9605/98 (manter espécie da fauna silvestre em cativeiro), cuja variam de 06 (seis) meses a 01 (um) ano de detenção, sendo dada ciência a Delegacia de Policia para as providências penais.

Administrativamente foi aplicada multa no valor de 11.000,00 (onze mil reais) a infratora, devido a espécime estar ameaçada de extinção.

As aves necessitam de tratamento médico-veterinário, pois ainda são filhotes e posteriormente terão que ser reabilitadas para só então ser devolvidas a natureza.

“Cabe esclarecer que o crime ambiental de Tráfico de Animais Silvestres é considerado o terceiro mais rendável do Brasil, perdendo apenas para o Tráfico de Drogas e de Armas e justamente nessa época do ano aumenta a procura desse tipo de aves, pois é o período de reprodução, ou seja, o surgimento das ninhadas ( meses de setembro, outubro e novembro). Segundo ainda dados de algumas Organizações não Governamentais – Ogs, de cada 10 (dez) filhotes retirados da natureza para se transformarem em animal de estimação, apenas 01 (um) chega vivo em seu destino”.

 

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password