PM prende 10 acusados de torturar jovem

A Polícia Militar de Rio Preto prendeu ontem à noite 10 pessoas, entre elas um menino de 13 anos, suspeitas de realizar um “Tribunal do Crime”. Eles estavam uma casa localizada na rua João Augusto de Pádua Fleury, no bairro Maria Lúcia.

 

A vítima, Anderson de Melo Assunção, 22 anos, sofreu diversas queimaduras de ponta de cigarro e foi ferido com socos e chutes. A polícia chegou ao local por meio de uma denúncia anônima ao telefone 190, por volta das 20 horas. A ação contou com 13 policiais da Força Tática.

Assunção, que foi capturado às 22 horas de segunda-feira, estaria sendo ‘julgado’ por passar informações à polícia e também por ter, segundo os bandidos, cometido um estupro na região do bairro Maria Lúcia Ele negou o crime. A PM afirma que desconhece o suposto estupro.

 

O rapaz estava sentada em uma cadeira no quintal da casa de Davidson Alves Teixeira, 21 anos, que, junto com outros nove suspeitos, o agrediam, quando foram surpreendidos. “Não foram localizadas armas, mas a forma como eles estavam configura o chamado ‘julgamento do crime”, disse o sargento Heraldo Roberto Themóteo.

De acordo com informações da PM, Assunção começou a ser agredido às 13 horas de ontem. Até então, os bandidos torturaram a vítima psicologicamente, dizendo que iriam matá-la e estavam esperando apenas um “salve” (autorização) de outros criminosos. diarioweb.com

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password