PM é preso ao atirar e matar homem de 23 anos em bar de Buritama

Vítima teria tentado impedir agressão à mulher, que filmava abordagem.
Família da vítima acusa policial militar de abuso de autoridade

Um policial militar é suspeito de atirar e matar um homem durante uma confusão em um bar de Buritama (SP). O caso aconteceu nesta sexta-feira (19). A família da vítima acusa o PM de abuso de autoridade já que a vítima estava desarmada.  O PM foi preso e teve a arma apreendida.

Parte do que teria acontecido foi registrado com um celular e as imagens foram cedidas à policia. A mulher da vítima, Simone Santos de Arruda, alega ter sido agredida quando fazia as filmagens. Wesley Carlos Perinácio, de 23 anos, que estava com o filho de um ano no colo, foi baleado ao tentar defender a mulher.

Ainda de acordo com Simone, eles estavam no local com a família comemorando a chegada de um primo, que também teria sido agredido durante a revista.  Durante a manhã deste sábado (20), a família ficou em frente à delegacia esperando por uma explicação.

O policial militar foi preso e transferido para o presídio Romão Gomes, na Capital. Ele pode responder pelo crime de homicídio. A família da vítima registrou boletim de ocorrência por abuso de autoridade e ameaça. O corpo de Wesley Carlos Perinácio vai ser enterrado neste domingo (21), em Buritama.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password