Presos pela “Máfia dos Venenos” são da região

Ilustração

A Polícia Federal já prendeu 16 dos 21 procurados para combater a falsificação, comercialização e contrabando de agrotóxicos. O maior depósito dos acusados foi fechado nesta terça-feira, em São José do Rio Preto.

Os federais estão atrás de outros envolvidos em Dourados (MS), Fernandópolis (SP), São José do Rio Preto (SP), Monte Aprazível (SP), Miguelópolis (SP) e Ituverava (SP).

A PF informou, que foram apreendidas várias cargas de agrotóxicos falsificados em fazendas mato-grossenses, das pessoas que foram presas. A justiça também autorizou 37 mandados de busca e apreensão e 13 mandados de condução coercitiva.

As investigações começaram em 2010, com a instauração de dez inquéritos em diferentes flagrantes de contrabando e falsificação de agrotóxicos.

Durante o processo investigatório foram desmantelas duas fábricas clandestinas de agrotóxicos, com a apreensão de mais de sete toneladas de litros de agrotóxicos ilegais (falsificados e contrabandeados) e diversas embalagens, rótulos, e materiais utilizados na falsificação. (regiãonoroeste.com)

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password