Pesquisa indica como elevar desempenho escolar

Tema será apresentado em 3º Congresso Internacional de Educação do Noroeste Paulista, promovido nesta quarta, quinta e sexta-feira em Votuporanga

A escola do século 21 deve ensinar crianças e adolescentes a desenvolverem noções de responsabilidade, superação e autoavaliação. Recente estudo do Instituto Ayrton Senna identificou que fatores como perseverança, autocontrole e determinação podem elevar o desempenho de estudantes em até 30%. O aluno mais disciplinado fica, em média, quatro meses e meio à frente de outro colega desmotivado.

A pesquisa recebeu apoio do Ministério da Educação (MEC) que tem buscado algumas medidas para incentivar profissionais da educação a trabalharem estes fatores em sala de aula. Desta maneira, seguindo as indicações do MEC, o assunto será tema de mesa redonda do 3º Congresso Internacional de Educação do Noroeste Paulista, que será promovido nesta quarta, quinta e sexta-feira em Votuporanga-SP.

Mais de 1 mil profissionais, de 39 municípios do noroeste paulista, devem participar da mesa redonda “Educação Socioemocional e Aprendizagem na Escola”, no dia 23. A mesa terá a presença de Ricardo Paes de Barros, pesquisador e economista-chefe do Instituto Ayrton Senna/ eduLab21; Emilia Cipriano, doutora em Educação, mestre em Psicologia da educação e especialista em Desenho e gerência de Políticas Públicas e Programas Sociais; e Geraldo Peçanha de Almeida, professor doutor titular da Unespar, Universidade Estadual do Paraná.

Além de debater as habilidades socioemocionais, os profissionais participarão ainda de outras cinco mesas redondas durante o evento: “Organização Curricular da Educação Básica”, “O papel do gestor escolar e do coordenador pedagógico”, “Tecnologias na Educação”, “A Educação Infantil e a Educação Inclusiva” e “A Gestão da Sala de Aula”.

Nestas mesas, os participantes debaterão os temas com profissionais como Adrian Ingham, psicólogo formado pela “London University” e pós-graduado pelo “King’s College London”; o diretor de Cooperação e Planos de Educação do Ministério da Educação, Geraldo Grossi Júnior; a consultora independente na área educacional, com foco em inovação e em políticas públicas, Vera Cabral; sociólogo membro do Conselho Nacional de Educação e presidente do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada, César Callegari; e a consultora em educação, especialista em currículo e avaliação, Maria Inês Fini,

Congresso

O 3º Congresso Internacional de Educação do Noroeste Paulista “Habilidades e Competências para a Educação” será promovido nos dias 22, 23 e 24 de julho, em Votuporanga-SP. O evento tem como objetivo promover a discussão de questões ligadas à educação e, principalmente, à realidade do interior paulista. Nos três dias, cerca de 60 especialistas na área da educação coordenarão diversas palestras, seis mesas redondas, mais de 15 mini cursos e 31 oficinas.

Organização

O Congresso é uma iniciativa  do Arranjo do Desenvolvimento da Educação do Noroeste do Estado de São Paulo  – ADE Noroeste Paulista, do  Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Estado de São Paulo (IFSP) – Campus Votuporanga, do Centro Universitário de Votuporanga (Unifev) e da Associação dos Municípios da Araraquarense (AMA).

A participação no evento é aberta apenas para professores da rede municipal que atuam nas cidades integrantes do Arranjo. Mais informações pelo (17) 34059750 com Eliana Breyer. A programação completa está disponível no site http://www.congressointereduca.com.br

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password