Perspectivas de 2016 são temas do “Conversa com o Prefeito”

Otimista, Junior Marão elenca obras importantes que serão inauguradas no seu último ano de mandato e reafirma intenção de fechar gestão com o novo Complexo Administrativo

No primeiro programa de rádio deste ano, o prefeito Junior Marão analisa as perspectivas de seu último ano de mandato.

Mostrando-se bastante otimista com relação a 2016, muito embora reconheça que será um ano de muitas dificuldades econômicas, frisa que “há 12 meses para finalizar nossa administração e quem trabalha comigo sabe da minha empolgação em querer terminar nossa gestão entregando obras importantes, dentre as quais a nossa arena de futebol, cuja primeira etapa já permitirá a disputa da série A2 deste ano e, posteriormente, faremos a cobertura e iluminação e a remodelação do Centro de Lazer do Trabalhador, com o Centro Cultural, formando um complexo que, com certeza, será um dos cartões postais de Votuporanga”, declara.

Com relação à nova arena, Marão afirma que não abandonou a intenção de construir no local o Museu do Futebol, “para que a memória da Associação Atlética Votuporanguense, cuja história é muito rica e cheia de personagens importantes, não se perca”, compromete-se. 

O prefeito conta que o Centro Cultural abrigará uma das maiores bibliotecas do Estado e ainda terá espaços para a realização de exposições e eventos culturais.

Com relação às outras obras agendadas para 2016, ele relaciona a piscina olímpica, as avenidas e escolas, mas faz questão de comentar a construção do Complexo Administrativo, salientando que “já lançamos o edital e, embora haja alguns céticos duvidando, quem trabalha comigo sabe que estou determinado e, assim como outros projetos em que poucos acreditavam, com certeza, esta obra será concluída dentro do meu mandato”, assegura. 

O prefeito fala que, apesar das dificuldades orçamentárias, serão mantidos todos os projetos sociais, mesmo aqueles que foram cortados pelo Governo Federal, como o Tempo Integral nas escolas.

Por fim, Junior Marão aborda a polêmica surgida no final do ano passado com relação ao sistema de podas de árvores, não sem antes elogiar todo o trabalho desenvolvido pela Saev Ambiental, que registrou avanços importantes na preservação e manutenção de mananciais e demais iniciativas voltadas para o meio ambiente. “A questão da poda, especificamente, deve levar em conta que muitos avanços foram registrados, dentre eles a regulamentação do valor dos serviços, que antes eram cobrados sem qualquer critério e com valores muito altos. Agora, é só uma questão de acertar alguns detalhes e pretendemos anunciar as futuras decisões no final deste mês, após nos reunirmos com o gestor de meio ambiente, Gustavo Gallo, com os representantes da empresa e com o superintendente da Saev Ambiental, Oscar Guarizo”, conclui.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password