Para Pinato, cassação de Cunha representa a redenção do legislativo

Primeiro relator do processo de cassação do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), o deputado federal Fausto Pinato afirmou que a decisão pela cassação do ex-deputado representa a redenção do legislativo brasileiro. “Foi um dia histórico para o Brasil. É o fim de uma novela que parou o País, que durou longos 11 meses, e que chega ao seu último capitulo com 85% de aprovação do povo brasileiro” comentou.

Ao fazer uma retrospectiva dos trabalhos, Pinato afirmou que a Câmara deu um bom exemplo ao País. “Até o último segundo de nossas contribuições como relatores do processo, eu, o primeiro, e o deputado Marcos Rogério [DEM/RO], o segundo, buscamos a realidade dos fatos e ouvimos cada argumento que pudesse absolvê-lo. Com muita determinação, nós dois, duas forças jovens, um de São Paulo e outro de Rondônia, tivemos a coragem de dizer “não” a Eduardo Cunha”, afirmou.

Para o deputado o País tem se mostrado ciente de que não será apenas as mudanças de comando que resolverão todos os problemas do País, “mas o que acontece no Brasil hoje é um sinal evidente de que não haverá mais tolerância à negligência e à corrupção.Não faço desse voto uma ferramenta de promoção, até porque entendo que, embora seja um momento histórico, é lamentável que tenhamos chegado até aqui depois de tantas tardes de procrastinação”, comentou.

 

– “A política terá a partir de agora de passar por um profundo processo de limpeza para reconquistar a credibilidade, e promover a estabilidade econômica e social. Nessa luta, todos nós somos soldados. Não sabemos o que o futuro nos reserva, sabemos que apenas não nos faltará coragem para continuar lutando em defesa do povo brasileiro, do povo paulista, do povo fernandopolense”, disse ao fazer referência à sua cidade natal, Fernandópolis, interior de São Paulo. “Precisamos passar o Brasil a limpo!”, emendou.

0 Comentários

Deixe um Comentário

Login

Bem vindo! Faça login na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password